A atriz, diretora e dramaturga Carolina Bianchi retorna ao palco da Oficina Cultural Oswald de Andrade, entre os dias 31 de outubro e 8 de novembro, para atuar em quatro novas sessões da saga erótica Mata-me de Prazer.  As apresentações ocorrem às segundas e terças-feiras, sempre às 20h, com entrada Catraca Livre.

1/6

Crédito da imagem: Murillo Basso

Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

2/6

Crédito da imagem: Murillo Basso

Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

3/6

Crédito da imagem: Murillo Basso

Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

4/6

Crédito da imagem: Caroline Valansi

Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

5/6

Crédito da imagem: Caroline Valansi

Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

6/6

Crédito da imagem: Caroline Valansi

"Mata-me de Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer" Prazer" - foto: Caroline Valansi

  • Crédito da imagem: Murillo Basso

    1/6

    Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

  • Crédito da imagem: Murillo Basso

    2/6

    Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

  • Crédito da imagem: Murillo Basso

    3/6

    Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

  • Crédito da imagem: Caroline Valansi

    4/6

    Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

  • Crédito da imagem: Caroline Valansi

    5/6

    Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer"

  • Crédito da imagem: Caroline Valansi

    6/6

    "Mata-me de Carolina de Bianchi é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos em "Mata-me de Prazer" Prazer" - foto: Caroline Valansi

O espetáculo apresenta o relato de uma mulher sobre um país que sofreu várias catástrofes naturais, e, a partir de então, a população desse lugar fictício desenvolveu um imenso sentimento de amor e liberdade sexual.

Os cidadãos passaram a praticar sexo desenfreadamente, o que iniciou um processo evolutivo acelerado. As pessoas sofreram transformações irreversíveis em sua aparência e linguagem.

A artista e diretora é acompanhada pelo multi-instrumentista Lucas Vasconcellos, que criou uma espécie de dramaturgia musical com samplers, guitarra, trompete e teclado eletrônico.

Bianchi tenta contar uma história fantástica erótica com a mesma habilidade de Sherazade, a protagonista de “As Mil e Uma Noites”. A ideia é criar uma narrativa que dê conta da experiência sexual, de modo que o espectador crie em sua imaginação alguns cenários e princípios eróticos.

Outras referências  são: ensaios e entrevista do cineasta Pier Paolo Pasolini; o livro “Manifesto Contrassexual”, de Beatriz Preciado; e o texto “A Supressão do Objeto”, da artista plástica Lygia Clark.

Imagem Autor

A SP Escola de Teatro é um equipamento cultural da Secretaria do Estado da Cultura e tem por atribuições a formação profissional na arte teatral.

+ posts do autor

Mata-me de Prazer

31 Out
a
08 Nov

De 31/10 a 08/11:   Segundas e  Terças às 20:00

Oficina Cultural Oswald de Andrade
Rua Três Rios, 363 Bom Retiro - Centro São Paulo - SP (11) 3222-2662 | 3221-4704
Catraca Livre
Classificação: 14 anos | Duração: 60 minutos | *Ingressos são distribuídos uma hora antes de cada sessãoarra saga de uma população que começou a praticar sexo desenfreadamente