Em comemoração aos cinco anos de fundação do Museu da Diversidade Sexual, o espaço realiza a segunda edição da Mostra Diversa, uma exposição coletiva com trabalhos de 17 artistas que dialogam com questões como diversidade, sexualidade e gênero. Com entrada Catraca Livre, a mostra fica em cartaz entre 13 de junho e 30 de setembro.

Fazem parte da Mostra Diversa, que acontece a cada dois anos, o questionamento do binarismo de gênero, a discriminação e violência sofrida pela população LGBT, a transexualidade, a montação e o questionamento dos padrões excludentes da sexualidade - em diversos suportes, como fotografia, colagem, desenho, aquarela e pintura.

Créditos: Rafael Roncato

"Adágio", de Rafael Roncato, integra exposição coletiva

Um dos projetos que merece destaque é a série "Adágio", de Rafael Roncato, que rodou o Brasil: um ensaio com Laerte Coutinho, que se torna personagem de sua própria obra, misturando-se às tintas.

Além deste, também participa o fotógrafo carioca Pedro Stephan, com o “Baixa Tecnologia”, no qual usa câmera de celular muito antiga para cria imagens improváveis, distorcidas e borradas.

1/3

Crédito da imagem: Rafael Roncato

"Adágio" tem Laerte como personagem de sua própria obra

2/3

Crédito da imagem: Pedro Stephan

Mostra Diversa expõe 17 artistas, entre eles o fotógrafo Pedro Stephan

3/3

Crédito da imagem: Pedro Stephan

Mostra Diversa expõe 17 artistas, entre eles o fotógrafo Pedro Stephan

  • Crédito da imagem: Rafael Roncato

    1/3

    "Adágio" tem Laerte como personagem de sua própria obra

  • Crédito da imagem: Pedro Stephan

    2/3

    Mostra Diversa expõe 17 artistas, entre eles o fotógrafo Pedro Stephan

  • Crédito da imagem: Pedro Stephan

    3/3

    Mostra Diversa expõe 17 artistas, entre eles o fotógrafo Pedro Stephan

Já em "POSTALGBT", Weio denuncia os diversos crimes contra população LGBTpor meio de uma coletânea de postais, produzidos em locais onde ocorreram crimes de ódio amplamente divulgados na mídia, permitindo que as vítimas falem em primeira pessoa como se readaptaram à vida cotidiana após o trauma.

A exposição conta ainda com “Luz dos Olhos Meus”, obra de estreia de Victor Grizzo, um livro que tem como objetivo quebrar o tabu de abordar a temática das questões de gênero na literatura infantil brasileira.

Mais exposições em SP:

Boemia da noite parisiense de Toulouse-Lautrec à mostra no Masp

2ª Mostra Diversa

13 Jun
a
30 Set

De 13/06 a 30/09:   Terças,  Quartas,  Quintas,  Sextas,  Sábados e  Domingos das 10:00 às 20:00

Museu da Diversidade - Centro de Cultura, Memória e Estudos da Diversidade Sexual
Rua do Arouche, 24 República São Paulo - SP
Estação República (Metrô - Linha 3 Vermelha e Linha 4 Amarela)
Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Redação da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.