Entre os dias 22 de outubro e 3 de dezembro, o Cine Sesi-SP no Mundo exibe a mostra Panorama Contemporâneo com produções de diversos países europeus e também da América Latina. As sessões ocorrem no Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso, aos sábados, às 15h, com entrada Catraca Livre.

A programação conta com uma seleção de sete filmes de países, como Bulgária, Uruguai, Alemanha, França, Bélgica, Grécia, Sérvia e Espanha. O enredo dos longas destacam questões atuais como a tolerância cultural, a diminuição da natalidade e o aparecimento de doenças desconhecidas.

1/6

Crédito da imagem: Divulgação

"Diplomacia" (2014), de Volker Schlöndorff

2/6

Crédito da imagem: Divulgação

"O Que Traz Boas Novas" (2011), de Philippe Falardeau

3/6

Crédito da imagem: Divulgação

"À Espera de Turistas" (2007), de Robert Thalheim

4/6

Crédito da imagem: Divulgação

"Os Filhos do Padre" (2013), de Vinko Bresan

5/6

Crédito da imagem: Divulgação

"Sr. Kaplan" (2014), de Álvaro Brechner

6/6

Crédito da imagem: Divulgação

"O Verão do Skylab" (2011), de Julie Delpy

  • Crédito da imagem: Divulgação

    1/6

    "Diplomacia" (2014), de Volker Schlöndorff

  • Crédito da imagem: Divulgação

    2/6

    "O Que Traz Boas Novas" (2011), de Philippe Falardeau

  • Crédito da imagem: Divulgação

    3/6

    "À Espera de Turistas" (2007), de Robert Thalheim

  • Crédito da imagem: Divulgação

    4/6

    "Os Filhos do Padre" (2013), de Vinko Bresan

  • Crédito da imagem: Divulgação

    5/6

    "Sr. Kaplan" (2014), de Álvaro Brechner

  • Crédito da imagem: Divulgação

    6/6

    "O Verão do Skylab" (2011), de Julie Delpy

Entre os filmes exibidos, o destaque vai para a premiada comédia uruguaia "Sr. Kaplan"(2014), de Álvaro Brechner, "Os Filhos do Padre" (2013), do diretor croata Vinko Bresan, e o drama europeu "Diplomacia", dirigido por Volker Schlöndorff. Todos eles reforçam a força cinematográfica de filmes fora o padrão hollyoodiano.

Confira a programação completa dos filmes:

  • Sr. Kaplan

(Direção de Álvaro Brechner; Uruguai; 2014)

Irritado com a ociosidade da velhice, Jacobo Kaplan decide investir em uma missão que poderá transformá-lo em herói: desmascarar um ex-nazista que vive tranquilamente em uma pequena praia uruguaia.

  • O Que Traz Boas Novas

(Direção de  Philippe Falardeau; Canadá; 2013)

Quando a professora de uma escola primária em Montreal sofre uma morte trágica, um imigrante argelino é contratado como substituto, causando mudanças e trazendo renovações no cotidiano das crianças. Enquanto elas passam por um longo processo de luto, ninguém suspeita do passado doloroso do professor ou do grande risco que ele seja deportado a qualquer momento.

  • À Espera de Turistas

(Direção de Robert Thalheim; Alemanha; 2007)

Um jovem alemão presta serviços voluntários em Auschwitz, cuidando também de um sobrevivente do campo de concentração que mora nas proximidades: um velho teimoso que o trata com arrogância e impaciência. Até que um romance iniciado com uma intérprete dará novo sentido ao seu cotidiano, apesar das marcas indissociáveis entre o passado e o presente daquele lugar.

  • A Lição

(Direção de Kristina Grozeva e Petar Valchanov; Bulgária/Grécia; 2014)

Uma professora de ensino médio descobre que um dos seus alunos foi roubado dentro da sala de aula. Por ser muito rígida em seus princípios, inicia uma jornada para descobrir e punir o responsável de qualquer maneira. Ao mesmo tempo, ela precisa tomar medidas desesperadas para evitar a ruína financeira de sua família.

  • Os Filhos do Padre

(Direção de Vinko Bresan; Croácia/Sérvia/Montenegro; 2013)

Um jovem padre é indicado para ser o novo pároco numa vila pitoresca na Dalmácia. Ao saber que no lugar há muito mais funerais do que nascimentos, ele fica horrorizado. Mas um dia, ao ouvir a confissão de um fiel, ele confirma que isso é culpa da alta venda de preservativos na região, e então tem uma grande ideia: perfurar todas as camisinhas da vila antes que elas sejam vendidas e assim causar um milagroso baby boom.

  • Diplomacia

(Direção de Volker Schlöndorff; França/Alemanha; 2014)

No dia 25 de agosto de 1944 os aliados entram em Paris. Antes do amanhecer, o general alemão Dietrich von Choltitz prepara-se para cumprir as ordens de Adolf Hitler e explodir a capital francesa. Pontes e monumentos estão prontos para explodir. Amanhece e Paris não é destruída. Por quais razões von Choltitz não seguiu as ordens de Hitler, apesar da sua lealdade ao Terceiro Reich? Durante a noite passada o General havia recebido o cônsul geral da Suécia. O que nessa conversa fez o General mudar de ideia?

  • O Verão do Skylab

(Direção de Julie Delpy; França; 2011)

Verão de 1979. Albertine, de 10 anos, e todos os seus parentes reúnem-se na casa de família, no interior da França, para o aniversário da avó. Nesse movimentado encontro, todos acreditam que o Skylab, parte de um foguete da NASA, poderá cair sobre as suas cabeças. Enquanto isso, paixões repentinas, loucas revelações e alguns vexames elevam a temperatura do grupo.

Cine Sesi-SP – Panorama Contemporâneo

22 Out
a
03 Dez

De 22/10 a 03/12:  Sábados às 15:00

Centro Cultural Fiesp
Avenida Paulista 1313, 1313 Bela Vista - Centro São Paulo - SP (11) 3146-7405 | 3528-2000
Estação Trianon-Masp (Metrô - Linha 2 Verde)
Catraca Livre