A mostra "Portas Abertas para a Inclusão" esteve em cartaz na Paralimpíada Rio 2016 e revela cenas do projeto “Portas Abertas para a Inclusão” do Instituto Rodrigo Mendes. As imagens ficarão expostas no Museu do Futebol entre 5 de outubro e 11 de dezembro. Os ingressos custam R$ 9.

Composta por 38 imagens da fotógrafa Pat Albuquerque, capturadas em escolas públicas de 12 capitais brasileiras. Realizado desde 2012 em parceria com o UNICEF e a Fundação FC Barcelona, o projeto tem o objetivo de promover a inclusão de crianças e jovens com deficiência por meio da educação física para que todos joguem juntos, independentemente de suas condições.

O “Portas Abertas para a Inclusão” já impactou 260 escolas públicas, 780 educadores e cerca de 60 mil alunos. Além das fotografias, a exposição contará com um áudio-guia especial para visitação, material com os recursos em Libras e audiodescrição, e exibição de 12 vídeos que mostram, na prática, como foram realizadas as atividades em cada escola, contando com depoimentos de educadores, pais e alunos envolvidos no projeto.

Confira algumas imagens:

1/4

Crédito da imagem: Leo Muniz

Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

2/4

Crédito da imagem: Leo Muniz

Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

3/4

Crédito da imagem: Leo Muniz

Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

4/4

Crédito da imagem: Leo Muniz

Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

  • Crédito da imagem: Leo Muniz

    1/4

    Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

  • Crédito da imagem: Leo Muniz

    2/4

    Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

  • Crédito da imagem: Leo Muniz

    3/4

    Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

  • Crédito da imagem: Leo Muniz

    4/4

    Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

Exposição fotográfica Portas Abertas para a Inclusão

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.