Área de 114.000m2, que até a primeira metade do século XX, era sede da fazenda da família Lunardelli. Foi doada ao Município em 1969. Tem entre seus muitos atrativos um casarão que serviu de sede de moradia de alguns prefeitos. Em 1991, tornou-se área de preservação ambiental, aberta à visitação pública. Seu nome foi escolhido em homenagem ao seringueiro e ambientalista Chico Mendes, assassinado em 1988.

O local é dotado de um Núcleo de Educação Ambiental, cujas instalações datam do início do século XX e possuem grande valor histórico e cultural. Também é provido de duas quadras esportivas cobertas e um campo de futebol society; viveiros de plantas; um lago com patos, peixes e tartarugas; um minhocário; hortas; um coreto; e um playground. É um parque de grande valor ambiental, pois condensa um número expressivo de árvores, além de abrigar a nascente do córrego Bussocaba.

Em 13 de novembro de 2006 o Parque Chico Mendes ganhou um jardim japonês, em comemoração aos 30 anos do convênio entre as cidades-irmãs Osasco e Tsu.
No Parque funciona também o Projeto Equoterapia, sob a gestão da Secretaria de Educação. Atende cerca de 150 pessoas portadoras de deficiência física e mental.