Antiga sede do Instituto Adventista, colégio que recebia internos de diferentes lugares do Brasil, o Parque foi inaugurado no século XX. Seu nome é uma homenagem a um morador do bairro Capão Redondo morto em 1979 durante uma greve trabalhista.