Empreendimentos imobiliários surgem dia após dia em São Paulo. Alguns deles resolvem problemas locais, outros criam situações de conflito. Na Vila Madalena, zona oeste, um desses novos imóveis começou a ser erguido ao lado de uma área que foi recentemente revitalizada pelos moradores da região, o Parque Linear das Corujas.

O projeto, de iniciativa popular, realizou e ainda pretende colocar em prática uma série de medidas que tornaram a praça mais convidativa aos cidadãos, como a instalação de solários e até um pomar. O problema é que parte do parque fica ao lado do empreendimento Natingui Corujas e, consequentemente, um muro de concreto está sendo erguido no local.

divulgação

Créditos: divulgação

A campanha pede que as pessoas compartilhem as fotos dos cartazes marcando a Incorporadora IdeaZarvos para fazê-la mudar de ideia quanto o muro.

Os idealizadores e apoiadores do projeto resolveram pensar em uma alternativa criativa: pedir que a Incorporadora IdeaZarvos, responsável pelo novo prédio comercial, troque o muro por uma grade ou uma cerca viva.

A intenção do pedido é que os dois terrenos não sejam separados por uma barreira tão ofensiva quanto um muro de concreto – e, talvez, que no futuro as áreas possam ser até integradas.  “Nosso pedido é gentil, assim como tudo o que fazemos”, explica a carta de divulgação da campanha. “Não estamos contra a incorporadora, porque acreditamos que podemos trabalhar todos juntos (pessoas, empresas e poder público) para construir uma cidade mais humana. Apenas queremos mostrar que as pessoas preferem algo mais leve, verde e vivo. Já temos muros demais na nossa cidade.”