Procurando o que fazer no feriadão? Então se liga na 18ª edição do já tradicional festival Satyrianas. Atrações de artes cênicas, música, cinema, gastronomia e literatura ocupam os teatros da Praça Roosevelt, Luz e Santa Cecília de 2 a 5 de novembro. Organizado pela Cia. Os Satyros, o festival tem como tema “Porque Somos Baldios”, discutindo a ocupação do espaço público -- é a primeira vez em 18 anos que o evento não ocupa a área externa da Roosevelt. Toda a programação funciona no esquema pague quanto puder.

São mais de 400 atrações rolando do meio-dia à uma da manhã todos os dias – exceto na quinta, em que a abertura é às 18h com uma roda de samba na Casa do Baixo Augusta. O SPetáculo separou alguns destaques de teatro do festival, mas você confere a programação completa no site do evento – e não se esqueça de confirmar presença no Facebook!

---

Créditos: Clarissa Morgenroth/Simone Mina/Divulgação

'Dostoiévski Trip'

  • Dostoiévski Trip
    Quando: sexta e sábado, às 20h; domingo, às 19h
    Onde: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)
    Ingressos: cotas de R$0, R$2, R$5, R$10 e R$20

No espetáculo dirigido por Cibele Forjaz, um grupo de viciados em literatura aguarda a chegada de um traficante que fornece mercadorias que provocam alucinações associadas a grandes autores da literatura mundial. Com autoria de Vladímir Sorókin, um dos nomes mais importantes – e radicais – da literatura russa atual, a peça lança personagens e espectadores numa viagem tensa e intensa pelo universo de Dostoiévski, potencializando e transcendendo seus dilemas filosóficos e existenciais para as formas do mundo contemporâneo. [Classificação indicativa: 16 anos]

---

Créditos: Divulgação

'Luizia, a Peste' (fragmento de 'Curare')

  • Luizia, A Peste (fragmento de Curare)
    Quando: sexta, às 21h
    Onde: Cia. Pessoal Do Faroeste (Sotão)
    Quanto: Pague quanto puder

Luiz, a peste, é uma das Amazonas do Apocalipse. Em 2084 ela faz um balanço sobre a condição das mulheres trans no futuro. Em cena, com música ao vivo, a atriz Leona Johvs faz um espetáculo depoimental no limiar da ficção e realidade. [Classificação indicativa: 14 anos]

---

Créditos: André Stefano/Divulgação

'Pessoas Brutas' (parte da 'Trilogia das Pessoas')

  • Trilogia das Pessoas
    Quando: quinta, sexta e domingo
    Onde: Satyros Um
    Quanto: Pague quanto puder

Formada por Pessoas Brutas (sexta, às 20h), Pessoas Perfeitas (quinta, às 20h30) e Pessoas Sublimes (domingo, 19h30), o projeto da Cia. Os Satyros sobre as vidas anônimas que se cruzam em São Paulo é apresentado na sede do grupo durante o Satyrianas. Os dramaturgos Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez entrevistaram moradores e trabalhadores anônimos de São Paulo, inspirando-se neles para falar de relações familiares, solidão, dependência, morte e tempo. [Classificação indicativa: 14 anos]

---

Créditos: André Stéfano/Divulgação

'Os 120 Dias de Sodoma'

  • Os 120 Dias de Sodoma
    Quando: sábado, às 19h30
    Onde: Cia. Pessoal do Faroeste
    Quanto: Pague quanto puder

Quatro poderosos libertinos iniciam um grande deboche em um castelo isolado nas montanhas. Suas vítimas, alguns dos mais belos jovens do país seqüestrados para a satisfação de seus prazeres, não tem o direito à palavra. 120 dias de festividades libertinas, vivendo as maiores orgias ao utilizar os corpos de suas vítimas para as maiores depravações. O espetáculo trata de questões filosóficas e políticas colocadas pela obra sadeana, em um contexto brasileiro de corrupção e decadência as instituições sociais. [Classificação indicativa: 18 anos]

---

Créditos: Alice Jardim/Divulgação

'Bug Chaser – Coração Purpurinado'

  • Bug Chaser – Coração Purpurinado
    Quando: quinta, às 21h
    Onde: Teatro do Núcleo Experimental
    Quanto: imprima o voucher no site oficial do festival e pague R$ 10

Dois grandes e atuais tabus, o sexo sem camisinha e as pessoas que procuram contrair o vírus HIV são temas centrais do espetáculo. Interpretado por Ricardo Corrêa, o personagem central da peça é Mark, um advogado criminalista que se identifica como bug chaser – um homem que procura, através de relações sexuais, contrair o vírus HIV. Em quarentena, enquanto é analisado por um programa de inteligência artificial, ele conta sua história e explica o porquê de suas motivações e o fetiche pelo risco. [Classificação indicativa: 18 anos]

---

Créditos: Alexandre Reia/Divulgação

'Scavengers'

  • Scavengers
    Quando: sexta e sábado, às 21h; domingo, às 20h
    Onde: Centro Cultural São Paulo (CCSP)
    Quanto: imprima o voucher no site oficial do festival e entre de graça

A peça gira em torno de Michael, que, em meio a uma crise financeira, abandona tudo e se transforma em um andarilho. Um coro de narradores conta a história deste homem em busca de si, metáfora de um país que precisa se reinventar. O espetáculo, escrito pelo britânico Davey Anderson e dirigido por Francisco Medeiros, é um jogo teatral ágil, que convida o público a ser também um construtor das imagens. [Classificação indicativa: 12 anos]

---

Créditos: Divulgação

'Marcas de um Ciclo'

  • Marcas de um Ciclo
    Quando: sábado, às 20h
    Onde: Galpão do Folias
    Quanto: Pague quanto puder

O espetáculo baseia-se em relatos e memórias reais de mulheres que sofreram ou escolheram abortar e quais são as marcas deixadas por este acontecimento. Sendo oferecido em forma de vivência ao espectador, o colocando no lugar da cena, para refletir, observar e vivenciar este momento. [Classificação indicativa: 16 anos]

---

Créditos: João Caldas Filho/Divulgação

'O Testamento de Maria'

  • O Testamento de Maria
    Quando: quinta, às 20h30
    Onde: Teatro Aliança Francesa
    Quanto: imprima o voucher no site oficial do festival e pague R$ 10

O escritor Colm Tóibin imagina como Maria, perseguida no fim de sua vida e no exílio, procura desvendar os mistérios que cercaram a crucificação de Jesus Cristo. Maria faz questão de falar somente a verdade. Ela encara não só a imensa crueldade dos romanos e dos anciãos judeus, e a estranha e inexplicável exaltação dos discípulos do seu filho, como também as suas próprias angústias e hesitações. Deste modo, além de mãe, de símbolo religioso e de figura histórica, Maria se revela uma figura de enorme estatura moral, uma verdadeira e inesquecível mulher. [Classificação indicativa: 16 anos]

---

Créditos: Kaique Hector/Divulgação

'Meninos Também Amam'

  • Meninos Também Amam (fragmentos)
    Quando: quinta, às 23h e às 23h45
    Onde: SP Escola de Teatro – sede Roosevelt
    Quanto: Pague quanto puder

A peça celebra o amor e a liberdade. É um ato de resistência, um manifesto poético contra a LGBTfobia. Em cena, performers homossexuais desnudam-se para dar voz ao afeto e em coro cantar pela poesia a legitimidade da expressão do amor plural e da diversidade de nossas vidas. [Classificação indicativa: 18 anos]

---

Créditos: Divulgação

'Pedras Azuis'

  • Pedras Azuis
    Quando: sábado, às 21h; domingo, às 20h
    Onde: Espaço do Parlapatões
    Quanto: Pague quanto puder

Responsável pela única fonte de água da seca e triste cidade de Pedra Azuis, Antero abusa física e psicologicamente sua esposa -- ela, resignada e acuada naquele cenário, aceita. No meio desse agreste amarelo vivem poucas famílias, todas lutando contra a sede diária, onde viver é cada dia mais arriscado. Quando a prefeitura compra seu próprio caminhão pipa, Antero perde seu sustento e sua vida começa a mudar. Texto e direção de Márcio Macena. [Classificação indicativa: 16 anos]

Imagem Autor

A SP Escola de Teatro é um equipamento cultural da Secretaria do Estado da Cultura e tem por atribuições a formação profissional na arte teatral.

+ posts do autor

Teatro – Satyrianas 2017

02 Nov
a
05 Nov

Diariamente de 2 (Qui) a 05/11 (Dom) das 18:00 às 01:00 

Praça Roosevelt
Praça Franklin Roosevelt, s/n° Consolação - Centro São Paulo - SP
Estação República (Metrô - Linha 3 Vermelha e Linha 4 Amarela)
Catraca Livre
Confira a programação completa em satyrianas.com.br