Cuidados com a insolação

Proteja-se da exposição prolongada ao sol e ao calor intenso

A insolação acontece quando o corpo sofre aumento rápido de temperatura, ultrapassa os 40º C e falha na transpiração, sem conseguir se resfriar

A pessoa acaba perdendo muita água, sais e nutrientes importantes para manutenção do equilíbrio do organismo

Isso pode causar desde sintomas leves até a morte

Em casos leves,  insolação provoca dor de cabeça, tontura, náusea, pele seca sem transpiração, aumento da frequência cardíaca e desmaio

Quais os primeiros socorros em caso de insolação?

Remover a pessoa para um local fresco, à sombra e ventilado, tirar o máximo de peças de roupa para que o corpo consiga reagir

Se estiver consciente, a pessoa deverá ser mantida em repouso e recostada, com a cabeça elevada. Ofereça bastante água

Fazer compressas frias na cabeça, axilas, virilhas e pescoço ou banho de imersão em água fria para abaixar a temperatura

Em casos mais graves, onde há coma ou confusão mental, respiração rápida, convulsão e desidratação, o atendimento de emergência é essencial

É importante buscar ajuda médica assim que surgirem os primeiros sinais e sintomas de insolação

Quais são os fatores de risco da insolação?

Crianças, idosos, pessoas com doenças crônicas e com imunidade baixa devem ter cuidado especial com a insolação

Como prevenir a insolação?

Com medidas bem simples, de autocuidado e bom senso


Se estiver na praia, passar protetor solar de 3 em 3 horas

Hidrate-se com água, água de coco e sucos naturais

Evitar a exposição solar intensa entre 10h e 16h

Ao se exercitar no verão, beba líquidos 2 horas antes da atividade, durante e depois

Consuma alimentos leves, como frutas e verduras

Evite ficar muito tempo no carro em dias de muito sol

Fonte

Textos

Produção

Ministério da Saúde

Tamiris Gomes

Thamyres Donadio