Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Anvisa libera serviço de bordo em voos nacionais

O uso de máscaras faciais permanece obrigatório em aviões e áreas restritas de aeroportos

Por: Redação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu nesta quinta-feira, 12, liberar a volta do serviço de bordo em voos nacionais, que estavam suspensos desde o inicio da pandemia. A medida passa a valer a partir de 22 de maio.

O uso de máscaras de proteção, no entanto, permanece obrigatório do avião e nas áreas restritas dos aeroportos, além do desembarque realizado por fileiras e os procedimentos de limpeza e desinfecção de ambientes e superfícies.

O uso de máscaras de proteção, no entanto, permanece obrigatório do avião e nas áreas restritas dos aeroportos
Crédito: Ernando Frazão/Agência BrasilO uso de máscaras de proteção, no entanto, permanece obrigatório do avião e nas áreas restritas dos aeroportos

A agência permitiu a retirada da máscara apenas para alimentação. O órgão recomenda que os serviços de bordo sejam os mais breves possíveis, de forma a não prejudicar significativamente o uso de máscaras de proteção facial pelos viajantes.

Recomenda, também, que todos os resíduos sólidos gerados pelo serviço de bordo sejam recolhidos o mais breve possível, sendo que especial atenção deve ser dada aos objetos que possam ter tido contato direto ou indireto com a boca dos viajantes, como copos, pratos, garfos e outros.

A resolução da Anvisa  liberou ainda o uso da capacidade máxima para transporte de passageiros (os ônibus) nos espaços internos dos aeroportos.

Anisa recomenda que os serviços de bordo sejam os mais breves possíveis, de forma a não prejudicar significativamente o uso de máscaras
Crédito: Rovena Rosa/Agência BrasilAnisa recomenda que os serviços de bordo sejam os mais breves possíveis, de forma a não prejudicar significativamente o uso de máscaras

De acordo com o órgão, as atualizações foram feitas após a decretação do fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em decorrência da covid-19.

Fim dos uso de máscaras em voos na Europa

Na quarta-feira 11,  a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (Easa) e o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças informaram que, a partir da próxima segunda-feira, 16, deixam de recomendar máscaras obrigatórias em aeroportos e voos.

Em comunicado conjunto, a Easa e o ECDC afirmaram que vão “retirar a recomendação de uso obrigatório de máscaras médicas nos aeroportos e a bordo de voos”. Lembram, no entanto, que “a máscara facial continua a ser uma das melhores proteções contra a transmissão” da covid-19, especialmente para pessoas mais vulneráveis.