Últimas notícias:

Loading...

Campos do Jordão com criança: confira 5 passeios ao ar livre

As atividades para família são cercadas por natureza; veja opções

Quem pensa em Campos do Jordão (SP) como uma terra de gente baladeira amante do frio com fondue, famosa pelo chocolate e pela cerveja artesanal não está totalmente errado. Mas é reducionista pensar que a cidade, a 175 km de São Paulo, só tenha atrativos para adultos dispostos a curtir as delícias do inverno da Serra da Mantiqueira.

A cidade também é indicada para quem procura por espaços sob o sol e o céu azul. De preferência com área de sobra para a garotada queimar energia. Entre as atividades disponíveis para aproveitar Campos do Jordão com criança está a Fazendinha Toriba, do mesmo grupo do tradicional Hotel Toriba, que desde a década de 1940 recebe famílias.

Campos do Jordao
Crédito: Marco Ankosqui/MTurPasseio de bondinho é uma das atrações de Campos do Jordão

Há ainda esportes de aventura, trilhas e muito contato com a natureza. Na lista abaixo estão programas para os bem miúdos ou já quase adolescentes.

A cidade na Serra da Mantiqueira também é destino para o ano todo –veja dicas para visitar Campos do Jordão (SP). Para este início de 2022, está marcada a 1ª edição do Festival de Verão, versão na temporada de calor para o conhecido programa de inverno na serra. De 22 de janeiro a 13 de fevereiro, haverá cerca de 50 apresentações de música popular instrumental e erudita contemporânea.

Ao vivo, os concertos serão realizados em 3 palcos: o Palácio Boa Vista, o Auditório Claudio Santoro e o recém-inaugurado Parque Capivari. Na internet, 22 apresentações serão transmitidas pelo YouTube do evento e na plataforma #CulturaEmCasa, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Fazendinha Toriba: solte os bichos, seja criança

Em geral, toda criança pequena de cidade grande se impressiona com passeios como a Fazendinha Toriba. Seja pelo verde que não é carpete nem papel de parede ou porque galinhas, patinhos, vaquinhas e ovelhinhas estão muito longe de serem de pelúcia.

Campos do Jordão
Crédito: Nathalia Molina/@ComoViajaNa Fazendinha Toriba, crianças conhecem e alimentam animais

Adultos também se rendem à fofurice. Dar de comer aos coelhinhos ou fazer cafuné neles é permitido, por exemplo. É o tipo de passeio que faz o maior sucesso com as crianças bem pequenas. Quim chegou a pensar que não curtiria, mas no fim gostou bastante.

De quebra, meninos e meninas descobrem que algumas verduras da horta local vão parar nas refeições dos restaurantes do Hotel Toriba. Visitantes têm a opção de comer no Farm Burger; consulte o funcionamento antes de ir. A entrada da Fazendinha sai por R$ 40 de segunda a sexta; R$ 50 em sábado, domingo ou feriado (dias de emenda também) e nas férias de janeiro e julho. Criança de 3 a 10 anos ou idoso a partir de 60 anos paga metade.

Parque Amantikir: se encante com flores e plantas

A média de idade na fila de entrada do Parque Amantikir deixa claro que o passeio faz sucesso entre adultos e gente mais velha. Mas quem vai a Campos do Jordão com criança também deita e rola nos caminhos da atração; alguns dos pequenos, literalmente, encantados com elementos dos 28 jardins temáticos, como o dragão do jardim chinês.

Campos do Jordão
Crédito: Nathalia Molina/@ComoViajaCasa na árvore pode ser visitada no Parque Amantikir, atração com 28 jardins temáticos em Campos do Jordão (SP)

A inspiração vem de várias partes do mundo e forma um mosaico de plantas e flores pelos 8 setores de visitação. Fuja dos sábados. Vá durante a semana, de preferência assim que abre ou umas duas horas antes do fechamento. Faz fila para subir na casa na árvore, onde o criador do parque já morou de verdade por três meses.

Comer é permitido apenas no restaurante local. O ingresso do Amantikir custa R$ 60; criança de 6 a 16 anos ou idoso acima de 60 anos paga R$ 30.

Horto Florestal: caminhe, pedale e deslize de tirolesa

O parque estadual tem trilhas para caminhada, que podem ser percorridas também de bike. É um lugar mais do que indicado a quem busca passeios em Campos do Jordão com criança. A Zoom Aventura aluga bicicletas com pneus mais grossos para pedalar no terreno de pedrinhas do Horto Florestal, como o lugar é mais conhecido.

Crédito: Nathalia Molina/@ComoViajaTirolesa no Horto Florestal de Campos do Jordão diverte adultos e crianças maiores

Quando esteve no parque, Quim preferiu pedalar no plano, na área próxima de onde é feito o aluguel de magrelas (1 hora a partir de R$ 40). Ali podem ser contratados ainda passeios de esportes de aventura: arvorismo (35 minutos a R$ 60; com 14 travessias e 1 tirolesa de 13o metros) ou tirolesa dupla do Sapucaí (R$ 80 por 1h30 de atividade no total).

Como o circuito entre as copas da árvores passava por manutenção, Quim experimentou apenas deslizar pela corda no dois percursos que se seguem após uma caminhada de aproximadamente 25 minutos morro acima. A primeira parte da tirolesa sai de uma altura de 60 metros e tem 450 metros de extensão. A segunda, com 150 metros, cruza o ar sobre o Rio Sapucaí.

Parque Tarundu: tire o dia para se divertir

Ainda na estrada, bem longe de Campos, a placa do Tarundu é o primeiro sinal de que você está na rota certa para a cidade. É um parque para aproveitar o dia todo, especialmente para quem compra o passaporte que permite brincar ilimitadas vezes em algumas das 25 atrações do complexo (passeios de balão, aula de equitação e patinação no gelo não estão incluídos). As atividades estão divididas entre o espaço ao ar livre e uma área coberta.

Parque Tarundu tem circuitos de arvorismo leve e avançado

Nosso filho, Joaquim, abriu mão de ir descer a tirolesa light, incluída no passaporte. Afinal, já tinha encarado a tirolesa dupla no Horto Florestal. Mas se divertiu em atividades como escorrega boia, air games e arborismo (top e light).

Há um restaurante com mesas ao ar livre no centro do parque. Quartas-feiras normalmente são os dias mais tranquilos no Tarundu, que cobra entrada; R$ 45 por adulto e R$ 22,50 para crianças de 4 a 10 anos e idoso a partir de 60 anos. Ingressos comprados online têm desconto; saem por R$ 35 e R$ 17,50, respectivamente.

Lá dentro, é possível pagar por atividade; o preço avulso varia de R$ 45 (por 10 minutos de cama elásticas) a R$ 155 (para 1 descida na tirolesa double). Ou comprar um passaporte. O regular custa R$ 215 – online há descontos progressivos para quem leva 2 unidades ou mais. Já o passaporte fast sai por R$ 99 e dá direito a 1 hora de brincadeira entre 9h 1 11h ou entre 15h e 17h; é vendido apenas no parque.

Parque Capivari: escolha entre atrações na água e no ar

No bairro onde tudo acontece, o parque que recentemente passou às mãos da iniciativa privada está repaginado. Para ver Campos do alto, fique com a roda gigante — o clássico teleférico está sendo reformado e passará a ter apenas cabines fechadas e grupos de cadeiras juntas.

Crédito: Nathalia Molina/@ComoViajaPasseio na caravela do Parque Capivari combina bem com uma viagem em família

O passeio pelo lago pode ser feito a bordo do pedalinho ou da caravela. Nath e Quim se jogaram na brincadeira de piratas, como comandante e marujo. Mesmo ele já sendo grandinho (os pequeninos costumam amar pedalinhos), os dois voltaram bem feliz da tarde de brincadeiras. Há ingressos por atração (por exemplo, R$ 30 por pessoa no pedalinho) ou combos que são direito a mais de 1 brinquedo (caso do ar e água família, a R$ 136 para 4 pessoas na caravela e na roda-gigante).

Confira outras dicas de viagens com crianças no blog ComoViaja ou no Instagram@ComoViaja

Em parceria com Como Viaja

Nathalia Molina e Fernando Victorino escrevem o Como Viaja, com dicas de viagem e destinos. Jornalistas, os dois adoram conhecer culturas, hotéis e gastronomia. Na montanha, na praia ou na cidade. Sozinhos, a dois ou com o filho, Joaquim. Veja mais em comoviaja.com.br e @ComoViaja nas redes sociais