Informar

Centenário de Mandela: Reviva os passos do líder na África do Sul

Por: ladobviagem | Comunicar erro

Em 18 de julho de 2018, o sul-africano Nelson Mandela faria 100 anos. Para celebrar o ex-presidente e sua luta pela liberdade e igualdade no mundo, festas, eventos e shows marcarão este ano.

Para ajudar a desvendar o mundo do líder, um app do turismo da África do Sul faz com que qualquer um possa percorrer os passos de Madiba, como Mandela é carinhosamente chamado.

Crédito: Getty ImagesRobben Island, prisão onde Mandela passou 18 dos 27 anos em que ficou encarcerado

O  aplicativo Madiba’s Journey (A Jornada de Madiba) permite caminhar pela chamada “Jornada de Mandela” . Ele usa dados de localização dos usuários para indicar em tempo real a que distância eles se encontram das atrações. Você acha para baixar gratuitamente e de forma segura no post do Lado B Viagem.

Tem informações em português sobre os lugares, textos e áudios sobre as atrações, mapas e fotos.

O que visitar para viver a história de Mandela

Entre os locais icônicos está Soweto, em Joanesburgo. Inicialmente concebida como uma área urbana de construção de habitações para não-brancos, a região foi um importante foco de resistência no período do Apartheid.

Visite a Vilakazi Street¸ única rua do mundo onde viveram dois vencedores do Prêmio Nobel da Paz: o arcebispo emérito Desmond Tutu e Nelson Mandela.

Entre os locais que podem ser visitados por ali está a casa onde Madiba viveu por 15 anos, hoje um museu.

Visite ainda a Praça Nelson Mandela e o Museu do Apartheid, em Joanesburgo, a escultura Volting Line, em Port Elizabeth, que representa as primeiras eleições democráticas da África do Sul, realizadas em 1994.

Na Cidade do Cabo, é imperdível a ida à Robben Island, prisão onde Mandela passou 18 dos 27 anos em que ficou encarcerado.

Em um barco que sai do V&A Waterfront, visitantes fazem um tour dividido em duas partes: uma a pé por dentro da prisão, para visitar a cela onde dormia Mandela.

De ônibus pela ilha, é possível saber mais sobre a vida dos homens que estiveram lá durante o Apartheid, além de conhecer todo o histórico do local, que já foi até base militar e colônia de leprosos.

Por fim, não deixe de ver o local da captura de Mandela, chamado de Howik e fica em KwaZulu-Natal, onde há uma bela escultura em sua homenagem.

10 dicas rápidas e úteis para quem quer ir a África do Sul

Compartilhe:

Autor: Lado B Viagem

Andrea Miramontes, jornalista, viajante e curiosa. Sou vegetariana e jamais divulgo atrações que escravizem animais :) Faço os blogs Lado B Viagem e Patas ao Alto. Seja muito bem-vindo!

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Lado B Viagem da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.