Demora para concessão de visto americano gera protesto

O tempo de espera por um visto de turismo para entrar no EUA passa de 400 dias; site reúne relatos de brasileiros

A US Travel Association, organização sem fins lucrativos que representa a indústria de viagens do EUA, lançou um site para mostrar os danos causados ​​ao setor pelos atrasos na emissão do visto americano.

Segundo a organização, a demora na emissão do documento está com uma média de mais de 400 dias de espera para visitantes que querem ir aos Estados Unidos pela primeira vez.

Site destaca problemas causados ​​pela demora na concessão do visto americano
Créditos: belterz/iStock
Site destaca problemas causados ​​pela demora na concessão do visto americano

A plataforma USVisaDelays.com traz histórias de turistas afetados pelos tempos de espera excessivos nas entrevistas para vistos de visitantes e de empresas americanas que amargam prejuízos.

“Não há ninguém melhor para contar a história dos tempos de espera de vistos flagrantes do que as pessoas, famílias e empresas americanas que são diretamente afetadas”, diz Geoff Freeman, presidente e CEO da U.S. Travel Association.

A US Travel estima que os EUA perderão quase sete milhões de visitantes em potencial e US$ 12 bilhões em gastos projetados apenas em 2023, devido a demora na emissão dos vistos. Os relatos dos turistas e das empresas podem ser enviados neste link (em espanhol, português e inglês).

A Associação também que o governo Biden tome medidas urgentes para agilizar a emissão de vistos para os dez principais mercados emissores internacionais, como Brasil, Índia e México.

“O governo Biden deve tomar medidas imediatas para reduzir o tempo de espera. Simplesmente não podemos dar aos viajantes qualquer motivo para evitar visitar os Estados Unidos”, cobra Geoff.

Recentemente o Departamento de Estado americano lançou medidas para agilizar a emissão para várias categorias de vistos, mas não de visitante B-1 e B-2, os mais solicitados.