Hostels pelo Brasil se adaptam para reabertura segura e responsável

De olho nos principais protocolos de higienização e nos selos lançados pelos órgãos oficiais, hostels já ensaiam uma reabertura parcial

Por: Brasil Hostel News

Em um hostel o compartilhamento dá o tom de toda a experiência. Isso vai muito além dos famosos –-amados por uns e odiados por outros– quartos compartilhados.  Os ambientes são pensados para que pessoas que não se conhecem, e muitas vezes nem falam a mesma língua, se integrem e compartilhem histórias, uma cerveja, e aqueles ricos momentos que só uma viagem pode proporcionar.

Porém, diante do atual cenário de pandemia do novo coronavírus, o setor de turismo como um todo botou o pé no freio e calmamente tenta olhar saídas para a retomada dos seus negócios mantendo sua equipe e os hóspedes em segurança

Hostels
Crédito: Divulgação/Hostel Califórnia Cafér Bar De olho nos principais protocolos de higienização, hostels já ensaiam uma reabertura parcial

Entre os hosteleiros, como são chamados os empresários que mantém hostels no Brasil, desde meados de março muitas dúvidas já foram compartilhadas nos grupos que reúnem esses empreendedores.

Brasil Hostel News tentou dar uma contribuição nessa discussão com lives no nosso canal do Instagram. Foram dezenas de entrevistas, agora disponíveis no nosso canal do YouTube, com donos de hostels de diferentes lugares do Brasil, com especialistas em turismo e gestão, e também com mochileiros que foram pegos com a mochila nas costas em um algum hostel pelo país.

Mas agora, passados quatro meses desde que a maioria dos hostels fechou totalmente suas portas, começam a surgir as primeiras iniciativas práticas de como voltar a receber hóspedes de forma segura.

Os empresários buscaram os mais diferentes protocolos de higienização de ambientes, desenvolvidos por diferentes entidades que se debruçam sobre o setor de hospedagem, e adaptaram à realidade de um hostel e à estrutura de cada negócio.

Reunimos aqui as iniciativas que mais se destacam no mercado e que estão servindo de exemplo para que empresários de todo o Brasil planejem uma reabertura segura para todos e que a experiência de hostel possa ser mantida, dentro do possível, e disseminada a cada vez mais viajantes nacionais.

Hostel Califórnia Café Bar (São Paulo, SP)

Uma das vantagens desse hostel é o grande número de quartos privativos disponíveis nas três casas em que eles ocupam no bem localizado bairro de Pinheiros. Com uma decoração cheia de detalhes e muito charmosa, é ideal para quem precisa ficar em São Paulo para cursos, eventos corporativos e prefere uma hospedagem mais tranquila, mas sem perder a atmosfera de um hostel.

View this post on Instagram

Estamos seguindo todos os procedimentos de segurança possíveis e cabiveis: . . – Utilizaçao de luvas e mascaras . . – Não estamos acomodando ninguem que apresente qualquer sintona de resfriado/gripe . . – Aferição de temperatura de todo hospede que faz check in . . – Suporte com água sanitária para limpeza dos pés em todas as entradas . . . – Dispensers com álcool em gel disponíveis por todo o hostel . . . – Redobramos cuidados com higiene e limpeza: alem de alcool e água sanitária utilizamos um desinfetante hospitalar especial para desinfecção composto por peróxido de hidrogênio . Aqui você fica tranquilho e seguro. . "Aqui nos falamos a sua língua!"

A post shared by Hostel California (@hostelcaliforniacafebar) on

Por lá eles estão tomando todos os cuidados já algum tempo. Todos têm a temperatura aferida, foram espalhados dispensers de álcool em gel por toda parte e na entrada tem sempre um dispenser com água sanitária para desinfecção dos calçados. Além disso, reduziram drasticamente a capacidade dos quartos compartilhados e estão utilizando produtos hospitalares para intensificar a limpeza.

Ô de Casa Hostel (São Paulo)

O hostel queridinho dos festeiros da Vila Madalena, é reconhecido e premiado pela excelência na experiência que promovem. Instalado em uma espaçosa casa no coração da vila mais baladeira da capital, tem a vantagem de contar com um amplo jardim aberto e um terraço ideal para quem quer manter o distanciamento social, mas ao mesmo tempo tomar um sol e dar uma relaxada.

Recentemente eles foram certificados com o selo Turismo Responsável, do Ministério do Turismo, pelas medidas tomadas para adaptar seu funcionamento à nova realidade da covid-19.

Dá uma olhada no post em que eles contam todas as ações que foram tomadas. E para quem quiser saber como anda a reabertura no bairro mais boêmio da capital, acompanha os stories que eles estão dando um rolê e mostrando como os principais bares e atrações estão se comportando.

Brasileranza Hostel (Niterói, RJ)

Administrado de forma familiar, com direito a cheirinho de bolo de vó toda manhã, esse hostel está localizado bem pertinho de pontos turísticos como o Museu de Arte Contemporânea (MAC), as praias de Icaraí e Boa Viagem e o bucólico Solar do Jambeiro.

View this post on Instagram

O Brasileranza Hostel aderiu ao selo Turismo Responsável Limpo e Seguro do Ministério do Turismo Adotamos práticas de prevenção e combate ao COVID- 19 com o objetivo de continuar recebendo vocês com conforto, segurança e responsabilidade para que neste lugar você se sinta em casa, acolhido e seguro Veja as práticas adotadas . ✅Álcool em gel em todos os ambientes da casa, quartos. . ✅Cartazes informativos de prevenção . ✅Uso de máscaras nas áreas comuns . ✅Limitação do número de camas dos quartos coletivos . ✅Limpeza diária da casa medida que já era adotada antes da pandemia . ✅Roupa de cama em embalagem separada medida que já era adotada antes da pandemia . ✅Medição de temperatura . ✅Talheres embalados separadamente evitando contato de outras pessoas . ✅Abertura das janelas para ventilação natural

A post shared by Brasileranza Hostel (@brasileranzahostel) on

Durante esses meses de portas fechadas eles se dedicaram a entender e aplicar na casa os novos protocolos, tanto que em junho receberam o selo de Turismo Responsável, do Ministério do Turismo, e agora foram também certificados pelo Estado do Rio de Janeiro com o selo Turismo Consciente, garantindo assim que quando a retomada acontecer todos se sintam seguros na casinha amarela.

Social Hostel (Curitiba, PR)

A casinha colorida aos poucos volta a ganhar movimento, mas com capacidade reduzida e muitos cuidados com a segurança, que garantiram ao hostel o Selo Turismo Responsável, do Ministério do Turismo.

View this post on Instagram

🇧🇷Estamos de volta!🤩 ⠀ ** Primeiro: se puder, fique em casa. Sabemos que estamos com saudade de viajar, mas se você pode esperar um pouquinho mais, é o melhor a fazer, especialmente se você está vindo de outro estado. ⠀ Para quem fizer reserva com a gente, é legal saber: ⠀ – Nossos protocolos de limpeza estão intensificados, seguindo as recomendações do Selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo. ⠀ – Horário da recepção: 08h-22h – diminuímos a carga horária da nossa equipe para protegê-los e não sobrecarregar o transporte público. Mas não se preocupe se precisar chegar antes ou depois, é só avisar a gente! ⠀ – Nosso check in será feito exclusivamente online, e pode ser feito já antes da sua chegada ao hostel. Mas se você ficar com dúvida em como fazer a gente te orienta aqui! ⠀ – O pagamento da reserva será feito online também ou na chegada através de cobrança automática, sem necessidade de utilização de maquininha de cartão. ⠀ – Mediremos sua temperatura na chegada e pedimos que em caso de sintomas de COVID 19 não viaje. Vamos gerar um crédito no valor da sua reserva, sem multa, para poder ser utilizado em até 1 ano. ⠀ – O uso de máscaras nas áreas comuns é obrigatório, assim como em toda cidade de Curitiba. Teremos a disposição aqui na recepção para venda caso precise ;) ⠀ – Nossa cozinha não está liberada para uso para evitar contaminação entre hóspedes. Mas estamos servindo café da manhã normalmente (que já era feito individualmente) e também agora temos sandubas a noite, bem quentinhos e deliciosos! ⠀ – O que não falta aqui são pontos de higienização de mãos e pés, então fique trânquilx! ⠀ – Reorganizamos nossa área comum para respeitar o distanciamento e limitamos o número de pessoas que podem permanecer ao mesmo tempo ⠀ – Reduzimos a capacidade dos quartos e vamos alternar o uso das camas; **CONTINUA NOS COMENTÁRIOS**

A post shared by Hostel Social 🇧🇷 (@hostelsocial) on

A cozinha compartilhada não está funcionando, mas continuam servindo o café da manhã individualizado e criaram o Sanduba do Hostel, como uma opção para o jantar dos hóspedes e também de curitibanos que podem pedir delivery.

Além disso tudo eles reduziram a carga horária dos colaboradores, para evitar sobrecarregar o transporte público. O check-in passou a ser feito exclusivamente online e o pagamento também, sem a necessidade de utilizar a maquininha de cartão.

Green Haven Hostel (Ubatuba, SP)

Considerado o melhor hostel do Brasil no início de 2020, o mais festeiro dos hostels do litoral norte de São Paulo também já se adaptou aos novos tempos. Reduziram em 50% a capacidade do hostel e estão mantendo todos da equipe protegidos com máscaras e outros equipamentos de segurança. Eles também deram um gás ainda maior na higienização dos espaços com novas práticas e produtos especializados.

Os bangalôs privativos, grande charme da casa, agora são ainda mais disputados entre os frequentadores que não abrem mão do clima de hostel ao mesmo tempo em que prezam pela privacidade.

Local Hostel (Manaus e Figueiredo, AM)

Com duas unidades, uma em Manaus e outra em Presidente Figueiredo, a terra das cachoeiras, o Local Hostel é sempre uma referência quando falamos em hostelaria nacional. Quando se trata nos cuidados para reabertura não poderia ser diferente.

Além de adotar todos os protocolos básicos de higienização e conduta exigidos para o momento, eles se destacam no intenso treinamento e cuidado com seus colaboradores e na transparência na comunicação com os hóspedes. Dá uma olhada nesse vídeo e diz aí se a gente não se sente seguro só de assistir!