Parque Nacional de Abrolhos é reaberto à visitação turística

Ecoturismo e turismo de aventura são principais motivos de procura de turistas

Por: Redação

O Parque Nacional Marinho de Abrolhos, no sul da Bahia, foi reaberto aos turistas nesta sexta-feira, 8. A visitação estava suspensa desde o último domingo, 3, em decorrência da mancha de óleo que atingiu o arquipélago.

Segundo o ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), que administra o parque, o fechamento tinha o objetivo de minimizar ao máximo riscos à saúde dos visitantes.

Crédito: Divulgação/TV BrasilEcoturismo e turismo de aventura são principais motivos da visitação ao Parque Nacional Marinho de Abrolhos

A reabertura do parque foi antecipada após cinco dias sem que novos fragmentos de óleo tenham sido encontrados na região. A informação é da Agência Brasil.

Em nota, o chefe do parque, Fernando Repinaldo Filho, garante que os vestígios recolhidos no último sábado não produziram impactos negativos diretos nem à fauna, nem à flora de Abrolhos.

Manchas de óleo

Segundo dados do GAA (Grupo de Acompanhamento e Avaliação), os Estados da Bahia, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe e Pernambuco estão com as praias limpas.

Crédito: Enrico Marcovaldi/Instituto Baleia JubarteFarol da Santa Bárbara, visto da ilha Siriba, em Abrolhos

O último informe aponta que, até quinta-feira, 7, era possível encontrar vestígios de óleo em ao menos sete das localidades do Nordeste: Cumbuco, Barra do Cauípe, no Ceará; e Maragogi, Japaratinga, Barra de São Miguel, Feliz Deserto e Piaçabuçu, em Alagoas.

Biodiversidade marinha

Localizado a cerca de 70 km da cidade de Caravelas (BA), o Parque Nacional Marinho de Abrolhos é um dos principais berços da biodiversidade marinha do Atlântico Sul. Inaugurado em 1983, é a primeira unidade de conservação marinha do país.

Compartilhe: