Informar

Chile é destino ideal para quem gosta de um bom vinho

Por: Redação | Comunicar erro

O Chile é um dos países que mais recebe turistas na América do Sul. Em qualquer época do ano o país mantém o seu charme. No verão é a vez de um calor ameno, enquanto no inverno as temperaturas mais frias permitem que o turista tenha atrações especiais, como a possibilidade de esquiar e apreciar o branco da neve que ocupa a Cordilheira dos Andes.

O país tem as estações bem definidas e paisagens convidativas ao turismo, o que faz o número de visitantes crescer cada vez mais todos os anos. Porém, esses não são os únicos atrativos do Chile. O enoturismo, ou seja, o turismo baseado no cultivo de uvas e produção de vinhos, tem se destacado no país.

O Vale do Maipo está entre as 20 melhores rotas do vinho do mundo[/img]

Com reconhecimento e prêmios internacionais, as vinícolas que você pode conhecer ao fazer a Rota do Vinho apresentam grandes atrações, degustações e a possibilidade de conhecer mais sobre os seus vinhos preferidos. A infraestrutura para receber os visitantes é tão elaborada e os funcionários e guias tão bem treinados, que você acabará criando também uma relação de afeto com cada Casa de Vinho que visitar.

Entre as vinícolas mais conhecidas está a “Concha Y Toro”, que foi fundada em 1873 e está no Vale do Maipo. Na região também estão outros nomes, não tão conhecidos quanto esse, mas que oferecem o mesmo charme e muitas vezes mais tranquilidade para apreciar o espaço, visto que normalmente não recebem tantos turistas.

Já a imponente Santa Carolina, conhecida principalmente pelos vinhos finos e de alta estirpe, tem várias sedes espalhas por todo o Chile. Ela foi fundada em 1875 na região central do país, no entanto a sua sede, que ficava mais próxima de Santiago e era considerada de fácil acesso aos turistas, acabou se deteriorando bastante com o terremoto de 2010. Ela atualmente se encontra aberta aos visitantes e a reforma buscou recriar a atmosfera que antes possuía, mantendo toda a tradição e charme para quem desejar visitar o local.

Em Casablanca, estão as vinícolas que produzem os vinhos brancos mais tradicionais do país. Isto porque ali está um vale localizado perto do mar, que garante as condições climáticas perfeitas para a elaboração de vinhos que possuem mais jovialidade e frescor – e, já que estará próximo do mar, não deixe de aproveitar um bom prato com frutos do mar e degustar um vinho branco. Entre as vinícolas mais recomendadas estão a Matetic e a Casa Marin.

Já no sul do Chile, no Vale Colchagua, as grandes estrelas são os vinhos tintos, que representam cerca de 90% da produção de toda essa região. Ali se concentra 20% da produção de todo o país, e esse foi também o primeiro circuito turístico do vinho criado no Chile, no ano de 1996. Naquele tempo, 12 vinícolas se empenharam em abrir suas portas, entre as 30 que estavam presentes ali, criando toda uma nova forma de turismo. Entre as mais conhecidas estão a Casa Silva e a Viu Manent.

Singularidade nas atrações

Para fazer esses roteiros não é necessário ser um grande apreciador de vinhos ou sequer gostar das bebidas. Além de receber informações e explicações completas, para quem se sentir mais curioso sobre a produção e a melhor forma de degustar os vinhos, há também diversas atrações que tornam a Rota dos Vinhos do Chile uma das mais singulares em todo o mundo.

Além de ver de perto as plantações, as estruturas onde a bebida é produzida e como funciona esse processo, normalmente finalizando com uma visita ao local onde é possível experimentar alguns rótulos, o “enoturista” ainda consegue conhecer as lendas e histórias dos vinhos chilenos, que vão muito além de simples tradições locais. Em muitas dessas bodegas há museus com todas as informações relevantes de cada Casa.

As belíssimas paisagens também merecem um destaque entre os passeios guiados oferecidos pelas casas ou até mesmo pelos hotéis. Em relação à hospedagem, muitos desses empreendimentos oferecem também serviços de primeira linha a preços acessíveis, desde traslados até as vinícolas a passeios de bicicleta por essas regiões, criando momentos inesquecíveis e várias oportunidades para registrar grandes imagens com sua câmera fotográfica.

Compartilhe: