Um guia de A a Z para conhecer a África do Sul

Baseado nas experiências vivenciadas no continente africano, este post ajudará viajantes que pretendem explorar o país.

Por: Redação | Comunicar erro

Foram 2.034 km rodados ao longo de 28 dias em terras sul-africanas, a bordo de um carro popular que consumiu exatos 110 litros de combustível. Pelo caminho, várias acomodações e algo em torno de 15 regiões percorridas dentre parques de vida selvagem, áreas rurais, cidades pequenas e desconhecidas, grandes metrópoles, vinícolas, praias, florestas e até regiões quase desérticas, fizeram parte do itinerário da viagem.

Baseado nas experiências incríveis vivenciadas no continente africano, este post útil ajudará viajantes que pretendem explorar o país. Qualquer dúvida, podem deixar uma mensagem nos comentários do post.

Addo Elefante Parque – Este belo parque de vida selvagem faz jus ao nome, pois abriga mais de 600 elefantes e diversos outros animais, sendo considerado o terceiro maior parque de vida selvagem na África do Sul. Sendo ele menor que o popular Kruger park, é possível ver os animais mais facilmente, além de ser a melhor escolha para quem pretende cruzar a Rota Jardim, haja vista que o Addo não está longe de Port Elizabeth.

África do Sul
Crédito: André AraújoOs elefantes já estão acostumados com a presença de automóveis transitando entre eles

At the Woods Excelente acomodação localizada na pequena vila de Storms River, possui ótimos preços e os quartos são grandes, sem contar que o café da manhã esta incluído (Na África do Sul inúmeras acomodações são no regime self-catering, isto é, sem refeições).

Africamps tenda – Uma experiência inusitada na África do Sul é se hospedar em uma tenda sem abrir mão de conforto. Com capacidade para cinco pessoas, a tenda possui aquecedor, cama aquecida, banheiro com chuveiro quente, lareira, cozinha com fogão e geladeira, e também um charmoso deck com vista para a paisagem semi-desértica de Oudtshoorn.

As tendas Africamps têm capacidade para até 5 pessoas
Crédito: André AraújoAs tendas Africamps têm capacidade para até 5 pessoas

Birds of Eden Fantástico santuário de aves que acolhe mais de 3.500 pássaros, localizado na magnífica região rural conhecida como The Crags. O visitante caminha por passarelas de madeira suspensa observando uma imensa variedade de espécies de aves que vivem livremente na floresta do santuário.

O Birds of Eden é lar de mais de 3.500 aves de 220 espécies
Crédito: André AraújoO Birds of Eden é lar de mais de 3.500 aves de 220 espécies

Bobotie – Popular refeição sul africana que contém carne moída cozida com caril e temperos doces, sendo assado no forno. Parece uma lasanha a bolonhesa mas é mais saboroso.

Chrislin African Lodge – Uma das acomodações mais próximas do Addo Elefante parque, a 12 km do portão de acesso. Os amplos e confortáveis chalés são de argila, com um telhado feito de material semelhante a palha. Excelente em todos os aspectos.

Carruagem na vinícola Uma carruagem do século 17 (réplica), cujo os visitantes são levados em grande estilo para uma degustação de vinho, azeitona, azeite e chá gelado em uma vinícola na região do The Crags. Interessante lembrar que este passeio também pode ser feito com crianças, onde são servidas bebidas não alcoólicas.

África do Sul
Crédito: André AraújoReprodução de uma carruagem usada no século 17

Dieu Donne – Formidável vinícola situada na cidade de Franschhoek, com vários ambientes elegantes, onde o visitante pode degustar os vinhos ou mesmo pode ter uma refeição. Apesar dos preços medianos, o ambiente é refinado.

Enricos – Restaurante amplo localizado em frente ao mar em Plettenberg Bay, na área externa uma vista fascinante, bom atendimento e bons preços. Ótimo para ver o pôr do sol. F-

Four Fields Farm​ Charmosa acomodação na região do The Crags, inserida em plena área rural com toda a natureza deslumbrante ao redor. A proprietária cuida de cavalos “aposentados”. Ótima tarifa e ideal para quem curte natureza/campo.

Franschhoek – Cidade de colonização francesa, com várias vinícolas e atrações ligadas a enocultura. Na rua principal estão os restaurantes, bancos, lojas, cafés e outros tipos de comércio.

O turista pode se hospedar no centro da cidade ou nos arredores onde encontrará um contato maior com a natureza.

Grande Provence –​ Luxuosa vinícola situada em Franschhoek, com um belíssimo jardim, apesar dos preços um pouco acima da média se compararmos com as outras vinícolas, ainda assim vale a pena. O acesso a vinícola pode ser feito em um bonde antigo estilo aquele de Nova Orleans.

Horse Back Trail -​ Cavalgada emocionante conduzida por um guia na região rural do The Crags, durante o passeio, o turista tem a chance de conhecer os vilarejos, fazendas e trilhas do local.

A duração do cavalgada é variável onde o viajante escolhe o período e pode incluir um piquenique no luxuoso hotel Kurland.

Honest bar (dica) – Um sistema curioso em algumas acomodações baseado estritamente na confiança. O hóspede escolhe as bebidas no bar, no estilo self service, sem avisar a ninguém e no final da estadia, ele informa (de forma honesta, claro) o que ele consumiu. No Brasil, isto não funcionaria de fato.

Hout Bay –​ Baía da Cidade do Cabo com diversas opções de passeios de barco para ver focas e outros animais. Pra quem curte passeios de barco é uma boa pedida.

África do Sul
Crédito: André AraújoO Hout Bay recebe muitos turistas devido a alta concentração de barcos ancorados onde alguns deles fazem passeios para a ilha das focas

Ilha Robben – A conhecida ilha onde o ex-presidente Nelson Mandela ficou preso por quase 30 anos. Não estive na ilha pois achei caro, além disso um nativo me disse que os guias são ex-detentos da ilha e alguns deles desenvolveram um tipo de “neurose” após anos de confinamento (como aquelas de quem retornou da guerra)logo, dependendo de quem for o guia, o passeio pode não ser tão interessante assim.

Jukani​ Santuário de felinos na região rural com a maior concentração de santuários de animais selvagens da África do Sul: The Crags. Os animais vivem em amplos recintos com vegetação reproduzindo o habitat natural dessas feras. Todos os felinos foram resgatados de maus tratos, tendo uma nova chance no santuário.

África do Sul
Crédito: André AraújoO Jukani abriga desde leões a leopardos

A visita é guiada e o santuário possui leões, tigres, cheetahs, leopardos, pumas, hienas e outros animais.

Kurland Polo Estate -​ Hotel super luxuoso situado na região do The Crags. Quem faz a cavalgada de meio período, pode escolher fazer um piquenique nos jardins do hotel. Vale ressaltar que este piquenique é um verdadeiro banquete com saladas, sanduíches e sobremesas.

Knysna Heads viewpoint –​ Um belo mirante em Knysna, para admirar as magníficas paisagens da cidade. Um lugar ideal para tirar fotos e ver o mar, e o melhor sem custo.

Lavanderia (Dica) – Na África do Sul, o serviço de lavanderia funciona da seguinte forma, o funcionário fornece uma sacola do tamanho de uma fronha de travesseiro para o hóspede, que enche a mesma com as roupas que serão lavadas. O valor cobrado é fixo e por sacola, sendo muito barato.

Monkeyland  – Santuário de macacos localizado no The Crags, que acolhe mais de 700 primatas que vivem soltos em uma imensa floresta. Durante a visita, o turista tem a oportunidade de vê-los de pertinho enquanto andam por uma trilha sinalizada na cia de uma guia do local, porém não pode tocá-los. Os macacos percorrem tranquilamente entre as pessoas, sem se importar com a presença humana, além disso diferentes espécies convivem em harmonia.

Áfricas do Sul
Crédito: André AraújoSantuário abriga mais de 700 macacos de 11 espécies na África do Sul

Todos os primatas foram resgatados de zoos, pet ilegal e até de laboratórios, além disso o Monkeyland, Birds of Eden e o Jukani são organizações sem fins lucrativos que baseiam-se somente no eco turismo sustentável. É um passeio divertido e ecologicamente correto, o requisito aqui é gostar de animais, também é possível comprar um ticket combo e visitar os 3 santuários citados.

Moonshine on whiskey creek – Chalés confortáveis de madeira com vista para a imensa floresta no The Crags.

Os chalés possuem diferentes tamanhos e estilos, tanto para casais ou famílias grandes, todos eles possuem lareira e cozinha equipada. Além disso, as camas utilizam manta elétrica, ótimo para as noites frias. Boas tarifas também.

Montagu – A cidade mais segura da África do Sul de acordo com as palavras de uma residente local. O lugar é muito bonito de fato, com majestosas montanhas ao redor e uma atmosfera típica de cidade de interior, apesar de não ter grandes atrativos turísticos, ainda assim vale uma visita principalmente se estiver de passagem pela região.

Nature’s Valley -​ Agradável região, possui uma imensa lagoa onde as pessoas praticam canoagem, além disso possui praias incríveis quase desertas. Ali perto, está localizado o conhecido Tsitsikamma National Parque. É um local mais interessante para se visitar por algumas horas do que se hospedar.

Oudtshoorn – A sensação é de estar em pleno velho oeste, sendo uma área semi-desértica, esta região árida encanta visitantes com suas belezas peculiares.

 Os safáris são uma das formas de conhecer melhor com a vida selvagem
Crédito: André AraújoOs safáris são uma das formas de conhecer melhor com a vida selvagem

A principal fonte de economia da cidade é o avestruz aliado ao turismo, onde também é possível fazer safáris para ver os engraçadinhos suricatos em seu habitat ou talvez conhecer algumas fazendas de criação de avestruzes.

Ônibus Hop on Hop off – Os populares ônibus turísticos com 2 andares (comuns na Europa) onde o viajante pode descer em qualquer ponto e pegar o próximo quando desejar, são super úteis na Cidade do Cabo.

África do Sul
Crédito: André AraújoOs populares ônibus turísticos com 2 andares também estão na África do Sul

Mesmo se o turista estiver de carro, é interessante fazê-lo pois o bus sightseeing hop on hop off passará por regiões legais e pouco conhecida dos turistas, sem contar que ele tem duas rotas (vermelha e azul) sendo esta última em direção aos arredores da Cidade do Cabo.

Praias: Clifton bay e Camps bay​ – Considerada as praias mais famosas da Cidade do Cabo, os mais corajosos se banham no mar gelado águas geladas, isso sem mencionar o risco de tubarões.

A orla de Camps Bay está cheia de restaurantes de culinária variada e também bares (e não são caros) , caso esteja de carro, prepare-se para a multidão de flanelinhas na orla.

A praia de Clifton bay está separada em 4 partes por pedras e cada área atrai públicos variados desde famílias, gays, esportistas etc. É também conhecida como a área mais nobre para se viver na Cidade do Cabo, a presença de mansões é comum no local.

Quadriciclo – Para quem curte aventura, o passeio de quadriciclo na floresta de Tsitsikamma é muito divertido. A floresta imensa possui árvores altíssimas, riachos e com um pouco de sorte poderá ver alguns animais selvagens que vivem na região.

África do Sul
Crédito: André AraújoPasseio de quadriciclo dura cerca 1h30

Conduzir um quadriciclo é super simples, além disso o guia que acompanha o tour dá algumas informações interessantes a respeito da região, entretanto o mais bacana é sem sombra de dúvida pilotar o quadbike ao longo de 16 km pela floresta.

Rota 62 – Uma rota extensa a caminho de Oudtshoorn, alguma semelhança com a conhecida rota americana 66 é mera coincidência, ao longo não há restaurantes, apenas a vegetação árida​ predomina na região podendo ver alguns animais selvagens no trajeto.

Safari Ostrich – Melhor traduzindo Safari de Avestruz, de fato, um safari onde podemos avistar as grandes aves mas mesmo assim é muito divertido.

Um vagão com diversos assentos puxado por um trator entra no recinto das aves que curiosos se aproximam do vagão, assim o turista tem a chance de estar pertinho desses animais.

A visita é guiada e é possível também alimentá-los usando uma colher ou mesmo as mãos, além disso o guia dá informações úteis sobre estas belas aves. O safari de avestruz é um passeio divertido e agrada qualquer idade.

Storms River – ​Vilarejo situado nos arredores do popular Tsitsikamma National Park, com diversas pousadas, restaurantes, bares e inúmeros passeios de aventura como o quadriciclo, bungee jumping, arvorismo etc.

The Crags – Na minha opinião um dos locais mais incríveis e belos da Rota Jardim, tendo a maior concentração de santuários de animais selvagens e o turismo rural é a fonte de economia da região.

Está localizado entre Plettenberg Bay e Nature’s Valley, a natureza está em toda parte no The Crags, e grande parte dos brasileiros acabam não conhecendo essa bela região por total desconhecimento, entretanto, vale a pena ficar alguns dias e curtir essa natureza selvagem/rural que o The Crags oferece.

Tenikwa Wildlife Centre Centro de conscientização e reabilitação de animais selvagens (principalmente felinos) onde aproximadamente 200 animais são atendidos anualmente. Além de oferecer todos os cuidados aos animais selvagens resgatados, o principal foco é reabilitá-los a vida selvagem. Por meio de visitas guiadas é realizado um trabalho de conscientização sobre a importância da preservação desses animais.

África do Sul
Crédito: André AraújoO Tenikwa atende cerca de 200 animais por ano

Os recintos são espaçosos e com bastante vegetação, importante ressaltar que o Tenikwa não possui fins lucrativos e também possui um pequeno hospital instalado no local dedicado exclusivamente a estes animais, assim como os outros santuários mencionados, ele também está situado no The Crags.

Umi –​ Um restaurante interessante na orla de Camps Bay de frente para o mar. O local mistura clássicos da culinária oriental e o melhor – não é caro.

Victoria & Albert Waterfront – Um dos lugares mais famosos e visitados da Cidade do Cabo, um complexo turístico com muitas lojas, restaurantes, pubs, galpão gastronômico, shopping, e claro, a popular roda gigante.

Wine Tram – Em português “Trem do vinho” (em tradução livre), um dos passeios mais conhecidos de Franschhoek.

África do Sul

O visitante escolhe 1 rota dentre 6 (dividida por cores), cada rota corresponde a um número X de visitas a vinícolas, sendo que o turista escolhe quais vinícolas deseja visitar. O ônibus passa nas vinícolas a cada 1 hora para deixar e buscar visitantes e caso ele queira ficar mais tempo em uma determinada vinícola,​ sem problemas, porém sobrará menos tempo para visitar as outras.

Recomendo a rota vermelha, além disso considero estas vinícolas como sendo as melhores: Leopard’s Leap (ótima qualidade), Dieu Donne (excelente refeições), Rickety Bridge (bela paisagem) e Grande Provence (a mais sofisticada dentre todas), além disso nestas duas últimas vinícolas o transporte é feito em um trator que conduz um vagão e também de bonde, aliás um antigo bonde que lembra o de Nova Orleans. Este passeio é muito popular entre os brasileiros em viagem pela cidade.

Xhosa – um dos idiomas oficiais da África do Sul (dentre inúmeros), além de ser um dos idiomas oficiais do Zimbábue também.

Zulu – É uma língua originária do povo Zulu, além de ser uma das 11 línguas oficiais na África do Sul.

Relato por André Araújo, do blog África Eterna

1 / 8
1
05:22
Conheça os brinquedos mais radicais dos parques de Orlando
A Catraca Livre foi para a Flórida, nos Estados Unidos, conhecer os parques mais divertidos da região a convite do …
2
01:45
Visitamos uma fantástica fábrica de chocolate
3
03:24
Vovó deixa presídio e ensina como viajar pelo mundo
"As Melhores Surpresas do Mundo" é  o programa que discute as coisas mais inovadoras e surpreendentes que o mundo oferece. -------------------------------------------------------- DIREÇÃO: …
4
01:20
Karol Conka indica 2 lugares incríveis para conhecer em Curitiba
Convidada pelo Colaí Indica para falar sobre os seus rolês favoritos em Curitiba, cidade natal da rapper, Karol Conka mostrou …
5
03:31
Conheça o Embalse El Yeso, na Cordilheira dos Andes
Perfeito tanto para quem passará várias dias em Santiago, ou até mesmo para quem terá uma passagem breve pela cidade, …
6
02:49
A lama de Brumadinho respinga no governo do Bolsonaro
7
02:25
9 lugares incríveis para visitar de graça em Belo Horizonte
O Circuito Liberdade é um grande complexo cultural localizado em Belo Horizonte. Prédios públicos ganharam novos usos para hospedar arte …
8
01:49
9 lugares com uma vista incrível no Rio de Janeiro para você fotografar
Conheça 9 lugares incríveis e de graça para você curtir as paisagens do Rio de Janeiro e ainda tirar fotos …