CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Viajar depois dos 60: Colunas da gratidão da Europa

Hoje, vivendo o tempo do coronavírus (covid-19) é fácil entender o sentido das “Colunas da Peste”

Por: Mariuccia Ancona Lopez, do blog Tempo de Viaja

Quem já andou pela Europa Central certamente deu de cara com algumas Colunas da Santíssima Trindade, também chamadas de “Colunas da Peste” presentes em diversos países, geralmente dispostas na praça central das cidades. Quando o tour passa por elas os guias explicam que aqueles monumentos, geralmente ricamente esculpidos – -a maioria obras barrocas– foram erguidos em agradecimento ao fim da peste X ou Y.

Crédito: Walencienne/iStockColuna da Santíssima Trindade de Olomuc, na República Tcheca, é a mais linda de todas

Passei por vários delas, maiores ou menores, em Viena e Linz, na Áustria, em Budapeste, próximo à igreja de São Matias, no alto de Buda, na capital húngara, em Praga e em Olomuc, na região da Morávia, também na República Tcheca. Esta, de Olomuc, a mais linda de todas, um excepcional monumento do auge do barroco, tão grande que sua base até abriga uma capela e é a única inscrita individualmente, na lista dos Patrimônios da Humanidade da Unesco.



Observei esses monumentos dos séculos 17 e 18 cheios de volutas, anjos, santos entre nuvens de mármore, pedra e cobre em diversos momentos e aqui, confesso, nunca dei muita atenção às razões de eles existirem.

Foi o fim de diferentes pestes como a de 1679 na Áustria ou de 1714-16, na Morávia, que levaram aqueles povos a erguer os monumentos em agradecimento aos céus. Pestes, pensava ao ver as colunas, eram resultado da falta de higiene e da ignorância. Sim, pode até ser, mas aqui cabe um mea-culpa.

Crédito: AleksandarGeorgiev/iStockA ‘coluna da peste’ de Budapeste, próximo à igreja de São Matias

Hoje, vivendo o tempo do coronavírus (covid-19) é fácil entender o sentido daquelas colunas que celebravam o fim de uma desgraça, num tempo em que os recursos da medicina eram tão precários. Hoje, nem toda tecnologia e o progresso da ciência disponíveis diminui a incerteza da Humanidade, toda ela atingida por esse novo vírus que ameaça a saúde de todos, que devasta a economia, que afeta a cada um de nós, de todas as raças, credos, idades e gênero. O que pensar, então de alguém vivendo naquela época?

Quando tudo isso passar e eu voltar a ver uma dessas colunas, (assim espero!) será com outros olhos. Tenho certeza!!

A jornalista Mariuccia Ancona Lopez compartilha dicas sobre viajar depois dos 60 no blog Tempo de Viajar

Compartilhe:

1
Coronavírus: dicas valiosas para você que tem viagens marcadas no meio da pandemia
Fronteiras fechadas, vôos suspensos e reservas canceladas. Se você tinha viagem marcada e precisou mudar os planos por causa do …
2
03:32
Viva Chile: um passeio pela beleza da Cordilheira dos Andes
Está com viagem marcada para Santiago e ainda não faz ideia do que fazer na capital chilena? Então, antes de …
3
05:22
Conheça os brinquedos mais radicais dos parques de Orlando
A Catraca Livre foi para a Flórida, nos Estados Unidos, conhecer os parques mais divertidos da região a convite do …
4
03:24
Vovó deixa presídio e ensina como viajar pelo mundo
"As Melhores Surpresas do Mundo" é  o programa que discute as coisas mais inovadoras e surpreendentes que o mundo oferece.--------------------------------------------------------DIREÇÃO: …
5
02:25
9 lugares incríveis para visitar de graça em Belo Horizonte
O Circuito Liberdade é um grande complexo cultural localizado em Belo Horizonte. Prédios públicos ganharam novos usos para hospedar arte …
6
01:49
9 lugares com uma vista incrível no Rio de Janeiro para você fotografar
Conheça 9 lugares incríveis e de graça para você curtir as paisagens do Rio de Janeiro e ainda tirar fotos …
7
01:31
O que fazer em caso de bagagem extraviada pela companhia aérea?
Um dos maiores medos de que vai pegar o avião é perder a bagagem. Saiba como proceder em uma situação …
8
01:17
Sky Costanera, o maior observatório da América Latina
O Sky Costanera é considerado o maior observatório da América Latina e fica em Santiago, no Chile. Nele é possível …