Últimas notícias:

Loading...

Festival do Parque da Vila realiza oficinas de gastronomia e arte

Por: Redação

No dia 28 de abril, o Parque da Vila Madalena – uma área de 60 mil m2 que tem o Beco do Batman como centro – servirá de palco para um grande evento: o Festival do Parque da Vila Madalena. Quem estiver pela região entre 11h e 18h, terá a oportunidade de estar em contato com toda a economia criativa da região.

O restaurante sustentável Corrutela, do chef César Costa, mostrará o processo inteiro de como eles fazem o chocolate artesanal. O restaurante fica na rua Medeiros de Albuquerque, 256.

Crédito: Luiz Henrique Mendes/ istockRestaurante mostra processo inteiro de como eles fazem o chocolate artesanal

Quem for ao evento, terá a oportunidade de estar em contato com a  produção do chocolate. Ela começa na colheita dos frutos maduros: é feita um a um manualmente, lá na fazenda do Ernst. Depois de colhidos, inicia-se a fermentação: polpa e grãos são retirados do cacau e guardados cobertos para que ocorra a fermentação natural durante até 8 dias, para evitar a germinação. Depois são secos para eliminar a umidade que resta da fermentação dos grãos e evitar a formação de bolor.

Mais

O Mercado Poucas e Boas oferecerá uma oficina de aquarela às 15h com a artista Gabriela Motta. A ideia da oficina é brincar, improvisar e exercitar nosso lado criativo: soltar a mão sem medo e pensar na relação entre as manchas de tinta e os contornos no papel. Pra isso você vai precisar de um estojinho de aquarela (pode ser aquele escolar), caneta e lápis de cor – ou o que você tiver em casa.
Gabriela Motta é artista visual formada pela Unesp e usa a aquarela, a cerâmica e a escrita como principais formas de expressão. É autora – e às vezes personagem – dos quadrinhos da Pata Risonha

Na A Queijaria haverá a oficina oficina de produção e degustação de queijos, às 11h e às 15h. A queijaria fica na rua Aspicuelta, 35.

Obra de Narcélio Grud.

Além disso, às 17h, a galeria de arte de rua Choque Cultural propõe uma oficina musical gratuita e para todos os públicos. Um arte-educador explicará como funciona cada instrumento e o público poderá entender melhor as “maluquices” de Narcélio Grud. A Choque Cultural fica na rua Medeiros de Albuquerque, 250.

Compartilhe: