Fióti e Tuyo se unem em noite de shows na Casa Natura Musical

VilaMundo oferece 50% de desconto nos ingressos

Por: Redação
19 de setembro de 2019

Abertura da casa: 20h
Primeiro show: 21h30

Preço: Comprar
R$ 20 a R$ 120
50%
Local: Casa Natura Musical
Rua Artur de Azevedo, 2134 – Pinheiros, São Paulo – SP, Brasil
Mais informações:
Telefone: (21) 2265-9933
Site: http://www.funarte.gov.br/espaco-cultural/teatro-cacilda-becker/

O projeto Frequências, que une dois shows em uma mesma noite, faz o encontro entre Fióti e a bana Tuyo na Casa Natura Musical. A apresentação acontece na quinta, dia 19 de setembro, a partir das 21h30. Os ingressos custam de R$ 20  a R$ 120, mas leitores VilaMundo têm desconto especial. Basta usar o código CATRACALIVRE50 no site de compras, na opção Catraca Livre.

Fióti

É bastante representativo que artistas como estes, que desenvolvem e fazem parte da cena contemporânea, apresentem os seus respectivos repertórios na mesma noite. Além de se destacar à frente da gestão da Laboratório Fantasma – ao lado do irmão Emicida -, Fióti trilha uma carreira musical promissora. Acompanhado por Mônica Agena (Guitarra), Silvanny Sivuca (Bateria) Edy (Trombone & Percussão) e Digão (Baixo), ele interpreta faixas do seu EP de estreia, Gente Bonita (2016), e os singles “Dá pra Fazer” e “Será que Eu me Permito”.

Crédito: Reprodução/Sessions Laboratório Fantasma e Listo MusicFióti e banda Tuyo se unem em noite de música brasileira contemporânea

“Eu gosto muito da sonoridade da Tuyo e vai ser especial celebrar uma noite ao lado de um grupo que vem construindo uma história relevante sem deixar o posicionamento de lado”, diz o artista paulista. “Acho que os nossos públicos vão se identificar também”, completa.

Tuyo

Formado por Lio Soares, Lay Soares e Jean Machado, a banda paranaense Tuyo, por sua vez, mostra canções do elogiado disco “Pra Curar” e do EP “Pra Doer”. O grupo enxerga a noite do dia 19 de setembro como a materialização de uma energia que surgiu lá atrás.

“No comecinho da banda, fazíamos reuniões e sempre falávamos do Fióti como uma inspiração, porque uma pessoa só é capaz de operar tudo aquilo que é a LAB se ela tiver coração de artista”, lembra Lio. “Ter a chance de dividir o palco com o cara que provocou o modo como pensamos o nosso meio e também nos instigou a ser ambiciosos, é uma parada surreal, um sonho bom”, finaliza.

Leia também:

Compartilhe: