Laila Garin & A Roda faz apresentação única em Teatro Opus

Por: Redação

Dia 05 de dezembro, às 21h, no Teatro Opus, Laila, Ricco Vianna (guitarra e violão), Rick De La Torre (bateria) e Marcelo Muller (baixo) , que juntos formam a banda Laila Garin & A Roda. 

Crédito: Joana MendonçaLaila Garin & A Roda

Em parceria com a Chave VilaMundo, leitores VilaMundo ganham 40% de desconto para até 50 pessoas por sessão para assistir a apresentação. O desconto é válido para quem comprar o ingresso pelo site com o código: 40CATRACA. Pegue o seu cupom aqui.

A banda tem canções do álbum e do DVD, de compositores consagrados como Caetano Veloso (Eu não me arrependo), Alceu Valença (Na primeira manhã), Roberto e Erasmo e Chico Buarque (As curvas da estrada de Santos), e também de novos compositores como Renato Luciano, Juliano Holanda, Dani Black e Moyseis Marques. É um projeto de intérpretes, ao mesmo tempo muito autoral. “Gosto de reforçar que esse não é um trabalho solo de uma cantora, mas sim de uma banda, coletivo em todos os sentidos”, finaliza. Os arranjos são todos feitos pelos quatro integrantes da banda.

Conhecida do grande público por sua performance marcante em Elis, a musical, Laila Garin decidiu incluir no roteiro desse show um medley extraído de outro espetáculo, no qual canta sucessos da Elis ao lado da ROda, que vem arrebatando plateias nos teatros por onde já passou. O público vai ouvir canções como Como Nossos Pais, Upa Neguinho, Conversando no Bar e Ponta de Areia, entre outras, em novas versões e arranjos originais da ROda.

Os versos iniciais de Baioque (Chico Buarque), incluída no projeto, dão a pista do que o público pode esperar de Laila Garin e A Roda (“O meu canto, punhalada, não conhece o perdão…”). “Quando eu canto eu me sinto como uma espécie de porta-voz de uma alma comum. Vivemos num tempo onde ninguém mostra muito suas emoções, suas fragilidades. Este show é pra ficarmos todos a flor da pele. No palco e a plateia. ”

Sobre Laila Garin Recentemente, participou do musical Dois Filhos de Francisco, no papel de Helena. Protagonizou a adaptação do musical de Chico Buarque e Paulo Pontes, Gota D’agua a Seco, atuação pela qual ganhou o Prêmio Cesgranrio de Melhor atriz em musical e foi indicada ao prêmio APCA de melhor atriz. Foi protagonista do espetáculo Elis, a Musical, de Nelson Motta, com direção de Dennis Carvalho. Laila foi também cantora-intérprete da trilha sonora do seriado da TV Globo Amorteamo. Participou cantando do documentário Chico – O Artista e O Tempo e da série Nelson 70, em comemoração aos 70 anos de Chico Buarque e Nelson Motta, respectivamente. Em 2013, apresentou-se com o espetáculo musical Gonzagão – A Lenda de Joao Falcão. Novamente na TV Globo, esteve no ar como atriz na série Sob Pressão, nas novelas Rock Story e Babilônia. Fez participações em A Grande Família, Louco Por Elas, Força Tarefa e Som Brasil. Em breve para sua estreia na segunda temporada da série da Netflix, 3%.