Últimas notícias:

Loading...

Parque Augusta: 6 motivos para curtir demais esse reduto verde em SP

Depois de muitos anos de luta, a cidade conquistou o direito de ter mais um parque mega gostoso no Centrão. Veja como aproveitar ao máximo esse lugar!

Por: Redação

Um valioso reduto verde em meio ao caos de São Paulo, o Parque Augusta Prefeito Bruno Covas foi inaugurado no Centrão de SP (no quarteirão entre as ruas Augusta, Caio Prado e Marquês de Paranaguá), depois de muitos anos de disputa pelo terreno e um investimento de algo em torno de R$ 11 milhões.

Parque Augusta
Crédito: Prefeitura de São Paulo - site da prefeituraAinda não conhece o Parque Augusta? Vem com a gente!

O parque conta com vários espaços para você curtir com a galera, com a família e com o doguinho, para praticar atividades físicas ou mesmo para contemplar o verde e respirar um pouquinho melhor.

Por isso, a Agenda da Catraca Livre resolveu destacar alguns motivos e fatos que tornam o Parque Augusta um lugar de convivência fantástico para você aproveitar muuuuuito. Bora lá?


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


  • O direito conquistado!

É muito mais gostoso curtir um espaço que foi conquistado com muito suor pelo interesse público! Isso porque o terreno onde funciona o Parque Augusta, com área de 23 mil metros quadrados, pertencia a duas construtoras que pretendiam desperdiçar esse precioso reduto verde para levantar três torres monstruosas.

Crédito: Prefeitura de São Paulo - site da prefeituraO Parque Augusta foi finalmente conquistado pela comunidade!

Graças a forças de diferentes naturezas representando a vontade da comunidade e uma briga judicial que se estendia desde 2013, quando a lei que autorizava a criação do parque foi publicada, a cidade ganhou esse direito.

Para se ter uma ideia da dimensão dessas negociações, as construtoras aceitaram apenas em 2018 um acordo proposto pelo Ministério Público e a Prefeitura para trocar o terreno e a construção de toda a estrutura do parque público por títulos de potencial construtivo, para que pudessem realizar os empreendimentos previstos em outros locais de SP.

  • A área verde

Um belo bosque abriga centenas de espécies de árvores-nativas e 21 espécies de aves no Parque Augusta. Entre os exemplares de árvores, você encontra ipês, embaúbas, aglaias, eucaliptos, figueiras-mata-pau e até frutíferas, como mangueira, pitangueira e abacateiro.

É um espaço perfeito para preparar aquele piquenique com várias guloseimas e contemplar a bela paisagem. Lá também tem algumas trilhas e um redário no meio das árvores. É só levar sua rede, pendurar nos ganchinhos e se esticar por tempo indeterminado. Ê, vida boa!

E ainda dá para instalar o elástico para a prática de slackline!

  • A felicidade dos doguinhos

O Parque Augusta também é incrível para curtir com seu pet! Isso porque o local tem um cachorródromo onde seu bichinho pode correr à vontade.

Crédito: Prefeitura de São Paulo - site da prefeituraO Parque Augusta tem um cachorródromo perfeito para seu doguinho correr à vontade

E tem até aqueles obstáculos para o doguinho superar, como rampas, túneis, barreiras para corrida em zigue-zague e pneu para pular. Os cachorros podem ocupar duas áreas diferentes, de acordo com seu porte.

  • A saúde em dia

Praticar atividade física em áreas abertas é muito mais gostoso! E o Parque Augusta tem uma academia para idosos e vários aparelhos de ginástica. Além disso, as trilhas são ótimas para a caminhada.

Crédito: Leon Rodrigues - Prefeitura de São Paulo - @prefsp/InstagramA criançada se diverte bastante neste playground!

E a criançada também pode gastar toda a energia em um playground, com direito a escorregador, balanço, trepa-trepa e outros brinquedos.

  • As atividades culturais

Mesmo antes da sua inauguração, quando o terreno passava pelas disputas judiciais, vários coletivos artísticos se apropriaram do espaço para mostrar seu trabalho e contribuir com a luta pela abertura do Parque Augusta.

Crédito: Prefeitura de São Paulo - site da prefeituraA Casa das Araras é um espaço restaurado para pequenos eventos e exposições

Agora que o parque foi inaugurado, o caminho está liberado para os artistas. Claro que é preciso autorização das autoridades responsáveis para se apresentar formalmente no lugar, mas agora há essa possibilidade!

Além disso, a Praça Roosevelt, que tem um forte movimento cultural, fica ali do lado. Ou seja, tudo pode acontecer a qualquer momento!

O parque ganhou até um espaço próprio para receber eventos e exposições pequenas. Trata-se da histórica Casa das Araras, que é tombada pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp) e foi restaurada para a inauguração.

Ah, fique ligado(a), pois nas paredes externas dessa construção você pode conferir um grafitti bem lindão com desenho de um tamanduá-bandeira, feito por um artista anônimo.

E, para curtir com a galera – afinal, vida cultural também é isso! –, o Parque Augusta tem vários bancos e um deck, além de todas aquelas atrações que mencionamos. E dá pra guardar sua bike no bicicletário.

  • O valor histórico

Por falar em História, o Parque Augusta tem um valor importante nesse aspecto. O terreno foi inicialmente ocupado pelo palacete Uchoa, projetado pelo arquiteto Victor Dubugras em 1902, quando a região abrigava várias chácaras (a própria Praça Roosevelt funcionou dessa forma).

Parque Augusta
Crédito: Leon Rodrigues - Prefeitura de São Paulo - @prefsp/InstagramAs ruínas do colégio foram incorporadas ao jardim!

O casarão deu lugar ao colégio particular feminino Des Oiseaux, que foi inaugurado em 1917 e funcionou até 1967. Lá também residiram duas outras instituições de ensino, a Escola Santa Mônica e o Instituto Superior de Filosofia, Ciências e Letras Sedes Sapientiae, que foi incorporado à sede da PUC nos anos de 1970, quando o terreno foi dividido.

O novo Parque Augusta preservou o portal de acesso à rua Caio Prado, um resquício da arquitetura dessas construções; a Casa das Araras e os restos da demolição do colégio Des Oiseaux, que foram incorporados a um grande jardim.

Viu? Agora é só mandar esta matéria para a galera e marcar o rolê no Parque Augusta!

Com informações dos sites A Vida no Centro (matéria aqui), NossaUol (aqui) e G1 (aqui).

Tem vários outros passeios maravilhosos para curtir em SP. Olha só:

Compartilhe:

?>