Saiba tudo sobre o rapel no Viaduto Sumaré, em SP

Há duas modalidades para curtir a aventura: pra quem está começando ou para os mais corajosos e ousados

Por: Redação

Já pensou em pular da ponte com a galera? Sim? Então, a dica certa é se aventurar no rapel ali do Viaduto Sumaré, zona oeste da cidade.

Conhecida como Ponte Sumaré, esse é um dos lugares de maior procura para a prática do rapel em São Paulo, e fica coladinho à Estação Sumaré do Metrô.

duas pessoas descendo pelo rapel no viaduto sumaré
Crédito: Divulgação/Rapel SPEssa dica é pra quem curte sentir adrenalina correr pelas veias!

Ver os carros passando logo ali embaixo, na avenida, definitivamente não é para qualquer um! Mas, pra se jogar na descida de 28 metros de altura, não é preciso de experiência porque o salto do viaduto é molezinha!

MIRANTE DO EDIFÍCIO MARTINELLI VOLTA A TER VISITAS GRATUITAS

E se você tiver medo de altura, vai com medo mesmo! Por que a sensação de superar limites é única!

Há duas modalidades de rapel lá no Viaduto Sumaré. O primeiro é com um instrutor acompanhando e orientando, do início ao fim da atividade.

E fica tranquilão, viu? Da forma como é feito, você fica super relaxado e só aproveita o rolê! Até porque todos os instrutores têm experiência e possuem equipamentos próprios para a aventura.

Já no rapel monitorado no Viaduto Sumaré, você desce sozinho, com monitoramento na saída e um instrutor na ponta da corda. A opção é para quem já tem preparo psicológico ou coragem para se aventurar sozinho! Bora lá?

rapel no viaduto sumaré passa pertinho da plataforma do metrô
Crédito: Divulgação/Rapel SPNa descida, você ainda pode dar um tchauzinho pra quem está esperando o Metrô! :P

Os valores variam de R$ 45 a R$ 65 entre as modalidades. Depende se você vai se aventurar de dia ou à noite e/ou se vai querer fotos ou não.

Para praticar, fica de olho no site Rapel SP porque a prática não acontece todos os dias lá no Viaduto Sumaré. Também é preciso fazer reserva com pagamento online.

#DicaCatraca: Não se esqueça de usar roupas leves no dia e um tênis com boa aderência ao chão. Se a sua aventura for de dia, a garrafinha d’água e o protetor solar são são melhores amigos!

Depois do rapel, que tal fazer outro rolê pela cidade? Confira essas dicas aqui:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.