O app da periferia e a revolução do celular

Texto de Gilberto Dimesntein, publicado na Folha de S. Paulo

Por: Redação

A partir de hoje já é possível saber pelo celular o que de mais relevante ocorre em cultura e educação na periferia da cidade de São Paulo, estendendo-se às regiões metropolitanas.

É batizado de Cultura de Ponta (baixe aqui). O app foi desenvolvido pela Fábrica de Aplicativos.

A ideia é mostrar que há uma produção cultural interessante nas pontas da cidade de São Paulo -e, na maioria das vezes, fica invisível até mesmo na periferia. Invisível até para quem mora na periferia.

É mais um exemplo de como a tecnologia consegue diminuir as barreiras.

A Fábrica de Aplicativos vem ensinando jovens de comunidades mais pobres a desenvolver, sem custo, seu próprio aplicativo. Leia o texto na íntegra

Compartilhe: