EM ALTA

Centro de SP ganha espaço cultural da B3 no prédio do antigo pregão da Bolsa de Valores

Experimente um pouquinho daquela adrenalina nesse lugar histórico para o mercado financeiro

Por: Publi
Ouça este conteúdo

Quando você pensa na Bolsa de Valores, qual é a imagem que aparece na sua mente? Provavelmente é aquela loucura eternizada nos filmes: vários engravatados observando um enorme painel e gritando ao telefone, sempre buscando os melhores preços das ações.

Para te dar um gostinho de como funcionava o mercado financeiro antigamente, a B3, a bolsa de valores do Brasil, reinaugurou um espaço cultural em um lugar histórico: no mesmo endereço onde acontecia o antigo pregão da Bovespa, no Centro de SP, bem perto do Largo São Bento.

Centro de SP ganha espaço cultural da B3 no prédio do antigo pregão da Bolsa de Valores
Crédito: B3 / DivulgaçãoEspaço B3 foi reformado e fica no mesmo endereço onde acontecia o antigo pregão da Bovespa, no Centro de SP, bem perto do Largo São Bento

Após meses de reformas, o famoso edifício dos anos 1940 ganhou ares super modernos, acompanhando as próprias transformações na área, que está cada vez mais dinâmica e inclusiva. Hoje, os pregões são eletrônicos e não existe mais aquele furor das negociações em grupo.

Mesmo nesse ambiente mais silencioso, o público consegue sentir pelo menos um pouquinho daquela adrenalina dos filmes. Isso porque é possível acompanhar as movimentações diárias do mercado financeiro por meio do tradicional painel de cotações da instituição, que, agora, é completamente digital.

Vale lembrar que a Bolsa tem mais de 130 anos de história e esse painel se tornou uma marca registrada. Ao longo dos últimos anos, o volume médio de investidores quintuplicou, chegando à marca dos 3 milhões. São pessoas de todos os perfis que compram e vendem diariamente ações de empresas brasileiras e movimentam esse mercado.

A oferta de empresas listadas na Bolsa também aumentou: são mais de 400! E os tipos de investimentos variam muito. Há opções perfeitas tanto para os investidores mais cautelosos quanto para os mais ousados. Ou seja, você não precisa mais ser um grande especialista para investir seu dinheiro dessa forma, mas a Bolsa recomenda que o investidor sempre procure por informações de qualidade e entenda os produtos e seus riscos antes de começar a investir.

Mistura perfeita entre o novo e o antigo

Apesar das mudanças, algumas tradições se mantêm vivas. Sempre que uma companhia resolve abrir o capital e receber novos sócios, por exemplo, acontece uma grande cerimônia no espaço da B3, com direito a contagem regressiva e ao toque de uma campainha, simbolizando a abertura ou fechamento do mercado naquele dia.

Esse momento se torna ainda mais especial com o apoio de uma iluminação customizada e dos novos painéis de LED do espaço, que reproduzem até uma chuva de papéis.

Para continuar recebendo esses e outros eventos, além dos leilões, o Espaço B3 ganhou um púlpito maior e uma aparência mais moderna, com assentos retangulares brancos, samambaias e equipamentos de vídeo e som de última geração. Tudo muito classudo!

A visita só fica completa se você der um pulinho na cafeteria do espaço, comandada pela Dona Deôla, uma das padarias mais tradicionais de São Paulo, que serve quitutes e cafés especiais no local.

Quer conhecer melhor o mercado financeiro? A visitação ao Espaço B3 é gratuita e acontece de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, respeitando todos os protocolos de segurança e distanciamento social exigidos pelas autoridades sanitárias para o combate à Covid-19. Neste momento, as visitas guiadas não estão acontecendo para evitar aglomerações.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤

Compartilhe: