Festival Dassalu apresenta shows de artistas afrofuturistas

Evento reúne Luciane Dom, Mojo (Miguel Jorge), Clara Anastacia e Doralyce nos dias 7 e 8 de novembro

Por: Redação

A semana no Rio promete muita música, animação e representatividade lá em Copacabana!  Nos dias 7 e 8 de novembro, a partir das 19h, a Sala Baden Powell recebe a primeira edição do Festival Dassalu, promovendo o encontro entre artistas negros que cantam e compõem na cena independente a carioca.

Luciane Dom
Luciane Dom abre a programação do Festival Dassalu, que apresenta artistas afrofuturistas da cena indenpendenteDivulgação
Clara Anastacia
Clara Anastacia também sobe ao palco na Sala Baden Powell na quarta Divulgação
Miguel Jorge - MOJO
Outra atração do Festival Dassalu é Miguel Jorge, que leva seu projeto Mojo Divulgação
Doralyce
A pernambucana Doralyce Divulgação

Idealizado pelo Coletivo 22, o evento tem influências do movimento cultural afrofuturismo, que mistura fantasia, ficção científica, tecnologia e referências da cultura negra. A ideia é resgatar a cultura e histórias apagadas pela escravidão. Os ingressos custam R$ 40 e R$ 20, mas quem colocar o nome no mural do evento até 17h de quarta-feira paga só R$ 15!

A programação começa na quarta com o show da Luciane Dom, que acaba de lançar o CD “Banzo”. A noite segue com a cantora e compositora Clara Anastacia: dialogando com o afrofuturismo, sua música conversa com ritmos da cultura popular, passando pelo pop e explorando ruídos, discutindo temas como o feminismo e o empoderamento da população negra.

Já na quinta, Mojo, projeto artístico do músico Miguel Jorge, abre a noite. O artista traz influências do Mojo, padrão rítmico de acompanhamento criado pelo maestro Moacir Santos.

O encerramento fica por conta da pernambucana Doralyce, que faz um passeio pela musicalidade do nordeste e traz os ritmos do coco, samba, afoxé, maracatu e maculelê, que se encontram com o Rio do funk e rap. Suas composições tratam de temas como política, ancestralidade, empoderamento da mulher negra e a força da fé das culturas de matrizes afrobrasileiras.

1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …