Festival de Publicação Independente ocupa Museu da Cidade do Recife

Por: Catraca Livre
Divulgação
Praça D’Armas abriga a Feira PUBLIQUE-SE!

A Livrinho de Papel Finíssimo Editora vai realizar a primeira edição do PUBLIQUE-­SE! Festival de Publicação Independente entre os dias 27 de outubro e 01 de novembro de 2015, no Museu da Cidade do Recife – MCR. A programação envolve temas que interessam ao campo editorial independente, com atividades de formação, exposição, feira e ateliê de publicação. O Museu vai se transformar em um ambiente editorial com acesso gratuito ao público. O projeto conta com incentivo do Funcultura – Fundo de Incentivo à Cultura de Pernambuco.

O mote principal do PUBLIQUE-SE! é a autopublicação, ou publicação independente, desde a criação ao escoamento da produção. Para tanto, foram concebidos espaços para a reflexão e a prática, mas também o encontro e a troca de saberes entre elos de toda a cadeia produtiva do livro autoral. O MCR será um lugar propício à criação de alternativas para se dissiparem gargalos já identificados na produção editorial independente, como registro e distribuição, dificuldades geradas pela própria escassez de formação na área.

Diante do grande crescimento da publicação independente no Brasil, das também crescentes dificuldades de posicionamento de mercado que enfrentam as pequenas editoras e da importância dessas editoras para a bibliodiversidade surgiu este projeto. Primeiro encontro realizado no Nordeste voltado especialmente para o tema, o PUBLIQUE-SE! pretende criar um ambiente em que artistas, editores e autores, além do público interessado, possam vivenciar esse mundo de modo intenso.

A programação está organizada em quatro eixos: Formação, Exposição, Feira e Ateliê PUBLIQUE-SE!. O Ateliê acontecerá também durante a X Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, com livre acesso a todos os visitantes do evento. As convocatórias para a Feira e a Exposição já estão abertas no site www.festivalpubliquese.com.br. Para as oficinas, estão confirmados os nomes de André Telles do Rosário, Daniel Barbosa e S. Lobo.

Compartilhe: