Últimas notícias:

Loading...

Mostra GRATUITA no CCSP exibe filmes sobre o espaço urbano

Longas de Kleber Mendonça Filho e Eliane Caffé estão na programação, que também inclui debates e oficinas

Por: Redação

Até 12 de agosto de 2018

Domingo - Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado

Diversos horários

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Grátis

Imagine uma São Paulo cortada por um rio Tietê em chamas ou um Rio de Janeiro repleto de terrenos baldios e matagais, mas sem praias. Esse tipo de cenário pode ser visto  em alguns dos filmes da mostra gratuita “Um Lugar ao Sol”, que ocupa o CCSP – Centro Cultural São Paulo entre os dias 7 e 12 de agosto.

A programação é composta por 15 longas e 8 curtas-metragens brasileiros que promovem reflexões sobre o espaço urbano. A cidade é a personagem central das narrativas escolhidas para compor a mostra.

Um dos destaques é o filme “Aquarius” (2016), de Kleber Mendonça Filho. Ambientado na cidade de Recife, o longa apresenta uma jornalista aposentada defendendo seu apartamento, onde viveu a vida toda, do assédio de uma construtora. O plano é demolir o edifício Aquarius e dar lugar a um grande empreendimento. Na época do lançamento, foi eleito o melhor filme estrangeiro pelo Sindicato Francês da Crítica de Cinema.

Outra produção premiada também está na mostra. “Era o Hotel Cambridge” (2016), de Eliane Caffé, conta a história de refugiados recém-chegados ao Brasil que ocupam um edifício abandonado no centro de São Paulo junto com um grupo de sem-tetos. O longa ganhou o prêmio “Cinema em construção”, no 63º Festival de San Sebastián, na Espanha.

Um rio Tietê em pegando fogo é apresentado no longa “Riocorrente” (2013), de Paulo Sacramento. Carlos, Renata e Marceloformam um triângulo amoroso contextualizado na caótica rotina de uma metrópole como São Paulo. Carlos tenta cuidar do menino Exu, mas ele passa o dia inteiro nas ruas da cidade.

Para quem gosta de escutar curiosidades sobre os filmes, a corroteirista Inês Figueiró e a atriz Carmen Silva, de “Era o hotel Cambridge”, e os diretores Miguel Antunes Ramos (“Banco Imobiliário”), Lincoln Péricles (“Aluguel: O Filme”) e Allan Ribeiro (“Esse Amor Que Nos Consome”) estão presentes para falar com o público após as exibições de seus filmes.

Há também uma oficina gratuita. Nos dias 14, 15 e 16 de agosto, das 16h às 19h, na Sala de Debates, a documentarista Paula Nogueira Ramos ministra “Por Um Lugar De Subjetividade da Imagem na Cidade. A Atividade propõe novas formas de fazer imagens que deixem escapar as marcas do processo de criação, que remetam às condições em que foram produzidas, mais do que apresentem um projeto fechado e objetivo. Para se inscrever, basta mandar um e-mail para buenaondaproducoes@gmail.com até o dia 13 de agosto e aguardar a confirmação.

Confira a programação completa no site.

Compartilhe: