Praias selvagens de Guaratiba: tem que saber brincar

O Instagram "O que fazer no Rio" conta como chegar nas lindas praias da zona oeste do Rio

Por: O que fazer no Rio

Eram 5h da manhã quando o relógio despertou. Pra conseguir cumprir a missão de completar o trajeto das cinco praias selvagens de Guaratiba é preciso acordar cedo ou arriscar terminar lá pelas tantas da noite, o que eu não recomendo. Quando o guia nos alertou para que levássemos boné, 3 litros de água, repelente, muda de roupa, lanches e toda sorte de suprimentos que vocês possam pensar, imaginei que viria uma trilha bem mais difícil do que as que já fiz aqui no Rio.

Mesmo assim, acabei sendo bastante relapsa e além de não ter levado boné fui com apenas 500 ml de água (a gente sempre acha que sabe tudo né?!). Por sorte, na segunda praia, a Praia do Meio, vende água, mas a um preço exorbitante: R$ 5!

“O Que Fazer no Rio” te conta como curtir as praias de Guaratiba sem perrengue

Vou confessar a vocês que o percurso é pauleira. Tem início no final da Praia dos Pescadores, no fim da orla da praia de Guaratiba, e a subida é feita por uma ladeira a uma viela. Do início até a Praia do Perigoso são cerca de 40 minutos, dependendo do seu condicionamento físico. Se até aí já é puxado, não à toa a maioria das pessoas fazem até essa praia somente, imagina os 6km até a última praia, a do Inferno? Pois é. Na volta eu até chorei! Do Perigoso em diante a trilha é toda feita embaixo do sol e não há uma nesguinha sequer de sombra.

Depois da do Meio, vemos a Praia Funda que de tão deserta só se vê um cachorro e gaivotas. O acesso só foi possível graças ao guia, senão jamais acharia. Depois vem a Pedra da Lua e Praia do Inferno. O passeio é muito válido para quem quer fugir das praias lotadas, algo não tão raro de se ver por aqui, porém exige esforço, preparação e um dia inteiro livre. Se houver QUALQUER coisa no dia que te deixe desconfortável (cólica, gripe, noite mal dormida), DEIXE PRA OUTRO DIA. Abraça esse conselho e fuja de transformar um dia que seria um paraíso numa furada!

A Pedra da Lua

Localizada no início da Praia do Inferno, a última das cinco praias selvagens de Barra de Guaratiba, ela tem vários efeitos visuais e, sabendo ser criativo, rende altas poses inusitadas. Chegamos lá depois de uma caminhada exaustiva de aproximadamente 1h30, depois de percorrermos as praias selvagens que começam na Praia do Perigoso e findam na Praia do Inferno. Pra chegar a Pedra da Lua é preciso passar por todas elas, não tem jeito. Embora as poses sejam divertidas, conseguir elaborá-las às vezes requer criatividade. Passamos por uma série de tentativas frustradas, mas uma hora vai e todo seu esforço compensa.

Recomendo que façam todo o percurso com guia, até por que há trechos em que é preciso habilidade pra descer e subir de corda, além do caminho não ser muito bem demarcado a partir da Praia do Meio. E, claro, não deixem de levar no mínimo 3 litros de água, lanches, repelente e boné.

Já vai pensando nas poses para a Pedra da Lua ;)

Compartilhe: