Presença feminina na direção de fotografia é revelada em evento

Mostra de cinema gratuita no Sesc Avenida Paulista conta com exibições de filmes, palestras e laboratórios

Para fortalecer a presença feminina na direção de fotografia, o Sesc Avenida Paulista recebe o projeto Imagens, olhares e outras narrativas – Direção de fotografia para audiovisual, entre os dias 8 de setembro e 6 de outubro.

Foto fo filme "Corpo Elétrico", com diversos atores em motos a noite
Crédito: ReproduçãoFilme “Corpo Elétrico” será exibido gratuitamente no Sesc Avenida Paulista

Além dos laboratórios e da aula magna com Hélène Louvart, todos os domingos, entre 9 e 30 de setembro, às 14h30, têm exibições gratuitas de filmes e vídeos brasileiros fotografados por mulheres, seguidos por debates com as diretoras de fotografia, uma membra doDAFB – Coletivo das Diretoras de Fotografia do Brasil e uma convidada.

O primeiro filme, do dia 9, é “A Via Láctea” (2007), de Lina Chamie, com direção de fotografia de Kátia Coelho. Na história, o casal Heitor e Júlia tem uma violenta discussão por telefone. Angustiado, ele pega seu carro e vai em direção à casa da namorada. Durante o trajeto pelas ruas de São Paulo, no rush-hour do início da noite, a paisagem urbana interage com Heitor e suas digressões amorosas.

No dia 16, o longa é “Corpo Elétrico” (2017), de Marcelo Caetano, com direção de fotografia de Andrea Capella. Elias trabalha como assistente da estilista Diana em uma confecção de roupa feminina. Ele se apaixona por Filipe, um imigrante africano que trabalha na linha de produção, e começa a organizar festas para ter motivos extras para encontrar o garoto.

Dois médias metragens são exibidos no dia 23: “Vai e Vem” (2017) e “Um Filme para Ehuana” de Louise Botkay, que também assina a direção de fotografia. Em “Vai e Vem”, ela explora a cultura do povo Hunikui do Rio Jordão, que vive na fronteira do Brasil com o Peru, e no outro filme, ela fala do universo feminino Yanomami.

Por fim, no dia 30, ganham espaço outras linguagens. Na sessão, os videoclipes “Coloridas” (Nayra Lays) e “Lalá” (Karol Konká), os curtas, “Menarca” e O Retorno da Terra Tupinambá”, e o episódio 9 da websérie “Nossa História Invisível“.

Para acompanhar a programação completa, acesse o site.

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.

Compartilhe: