Baile de Carnaval da Margareth Menezes abre a folia em São Paulo

Margareth Menezes faz show celebrando mais de 30 anos de carreira

Bar

Por: Redação | Comunicar erro

A Casa Natura Musical recebe na sexta, 22 de fevereiro, uma grande festa animada pelos principais sucessos do Carnaval e que marcam os mais de 30 anos de carreira da “Aretha Franklin brasileira”. A cantora Margareth Menezes chega a São Paulo com um animado Baile de Carnaval para ninguém botar defeito.

divulgação
Margareth Menezes faz show celebrando mais de 30 anos de carreira

Os ingressos no primeiro lote custam R$ 60, mas quem comprar antecipado com o código CATRACA10 ganha 10% de desconto. Além disso, as duas primeiras pessoas que enviarem um email para chavevilamundo@vila-mundo.com com o título INGRESSO CASA NATURA e informando seu show de interesse, ganham um par de VIPs cada!

Com direção musical do guitarrista Anail Scarpekini, o Baile de Carnaval da Margareth Menezes contará com uma banda formada por Jair Soares (guitarra), Nino Bezerra (baixo), Thiago Nogueira (bateria), Gutto Messias (percussão) e Osmar Purificação (percussão).

No repertório, os principais sucessos dos seus mais de 30 anos de carreira, como a icônica Faraó, gravada em 1987, sucesso imediato como tema do Carnaval do Olodum e principal faixa do primeiro disco de Margareth, que vendeu mais de 100 mil cópias. Também não poderiam faltar nesta festa na Casa Natura Musical megassucessos como Elegibô – Um Canto de Ifá, Dandalunda, Toté de Maianga, Mama África, Árvore e I Miss Her, hits que marcaram sua carreira, registrados em 16 CDs/LPs, cinco DVDs e inúmeras turnês internacionais por todos continentes.

Dona de um estilo próprio e fiel às suas raízes, Margareth Menezes mistura na sua música elementos africanos, brasileiros, indígenas e pop, num movimento que denomina AfroPop Brasileiro. Em 1990, ela foi apresentada ao mundo na turnê internacional Rei Momo, do Talking Heads, a convite de David Byrne. O ano seguinte foi marcado pelo álbum Um canto pra subir, lançado também nos EUA, com a participação de David Byrne. Em 1992, Margareth lançou o CD Ellegibô apenas nos EUA, Europa e Japão.

O disco Kindala, 1993, com participação de Jimmy Cliff, rendeu à cantora a primeira indicação ao Grammy Mundial (ela já foi indicada três vezes). Em seguida, Margareth lançou Luz Dourada (94) e Gente de Festa (95), que contou com participações de Maria Bethânia e Caetano Veloso. O verão de 2001 foi no ritmo de Dandalunda, música do disco Maga AfroPopBrasileiro, e o de 2003 foi marcado pelo sucesso Toté de Maianga, do CD Tête-à-tête.

Em 2004, Margareth gravou seu 1o DVD ao vivo no Festival de Verão Salvador, com presença de Alcione e da Bateria da Mangueira, quando foi chamada pelo Los Angeles Times de “Aretha Franklin brasileira”.

Após uma participação arrebatadora no Montreux Jazz Festival, em 2006, gravou Pra Você (2007), com participações de Ivete Sangalo e Cláudio Zoli. Com Brasileira (CD e DVD, 2006), foi novamente indicada ao Grammy. Em 2007, comemorou 20 anos de carreira e foi homenageada por Gilberto Gil, no trio Expresso 2222. O seu lado mais intimista foi revelado no disco Naturalmente (2008), com canções de Nando Reis, Zeca Baleiro, Gilberto Gil, Arnaldo Antunes, Chico César e Roberto Mendes. No ano seguinte, gravou o CD/DVD Voz Talismã (2013).

Curtiu? Leia também:

Compartilhe:

Autor: Por: Redação