Conexão Maranhão-Brasil: 2 artistas LGBT que são pura performance

Por: Redação Comunicar erro

Em mais um giro pelo pelo Brasil, desta vez vamos te mostrar artistas que trabalham não só a voz e os instrumentos, mas a performance no palco e nos vídeos. Nesta série de matérias especiais, em parceria com o Podcast Conectados SLZ, te mostramos a cada semana uma banda ou artista do Maranhão e uma de outra parte do Brasil. Vamos nessa?

Nesta terceira amostra musical, trazemos a 11ª edição do podcast Conectados SLZ com o cantor maranhense Vinaa. Já a segunda dica é conferir o trabalho da cantora e compositora Maria Beraldo. Uma explosão de som e imagem!

Crédito: DivulgaçãoVinaa é a nossa dica maranhense da semana!

Vinaa

Cantor e compositor de São Luís do Maranhão dando voz à diversidade de gêneros, traz no seu disco “Bordel de Amianto” um verdadeiro convite à libertação. Apaixonado por São Luís, cidade onde nasceu, Vinaa encontra ali suas maiores referências. O álbum Bordel tem toadas e alusões à cultura marahense de forma muito bonita e o sentimento do artista tende a explorar isso ainda mais nos próximos trabalhos. Ouça o podcast!

Maria Beraldo

Artista paulistana de 30 anos, Maria Beraldo não cansa de surpreender. Quem a via compondo a banda de Arrigo Barnabé, o grupo Quartabê e trio Bolerinho talvez não esperasse que uma instrumentista tão habilidosa pudesse ainda ser cantora e performer. Cavala, como li por aí, veio à galope. Primeiro disco solo de Maria é, além de um grito de liberdade de uma mulher lésbica, um passo de uma clarinetista que se transforma em compositora. Vale ouvir e ver. Os clipes transportam para suas letras e o show é um deleite sonoro e visual. Das melhores revelações do último ano.