5 coisas que fazem os brasileiros amar um intercâmbio na Irlanda

Quem se aventura em um intercâmbio na Irlanda logo se apaixona. E não é difícil entender os motivos: o país é seguro, o povo é legal, as cervejas são deliciosas… Para explicar melhor tudo isso, a Descubra o Mundo, agência especializada em intercâmbio, listou 5 coisas que fazem os brasileiros amar um intercâmbio na Irlanda.

1 – Sentir-se seguro em qualquer lugar

Não há dinheiro que pague o fato de poder andar sem preocupações. Os irlandeses dizem que Dublin não é uma cidade tão segura assim, mas a verdade é que o referencial é outro. Os índices de criminalidade e violência na Irlanda são baixíssimos e, ainda assim, a maioria dos casos envolve pequenos furtos. Então, fique de olho nos seus pertences e aproveite. Quando voltar, você vai sentir saudades dessa liberdade!

2 – O ‘jeitão’ dos irlandeses

Os irlandeses são conhecidos pela simpatia e hospitalidade. É raríssimo ouvir histórias de preconceito, racismo ou de problemas em relação aos estrangeiros no país. Os irlandeses adoram sair, ouvir boa música, conversar nos balcões dos pubs, conviver com pessoas de todos os tipos e festejar. Falando em festa, tem o St. Patrick’s Day, que é quase um carnaval ao ar livre. Como não amá-los?

St. Patrick’s Day, na Irlanda

3 – Apreciar as cervejas locais

A Irlanda é conhecida pelas suas cervejas. Apesar de a mais famosa delas ser a Guinness, existem dezenas de opções – das comerciais às mais artesanais. Frequentar pubs e tomar alguns pints no fim do dia é um hábito que todo irlandês que se preze cultiva. Em Dublin, o local mais movimentado é a região do Temple Bar. Durante um intercâmbio na Irlanda, prepare-se para a degustação. Ah, e por que não experimentar outros passeios etílicos pela Europa?

Região do Temple Bar, em Dublin

4 – Deslocar-se facilmente

O transporte público na Irlanda é extremamente eficiente e pontual. Na capital Dublin, por exemplo, as pessoas usam ônibus, trem e bike sem dificuldades. As ciclovias são seguras e todo mundo ama as magrelas (menos no frio!). Como a cidade não é tão grande e o transporte funciona perfeitamente, as viagens são quase sempre muito rápidas. Quer mais? Use aplicativos de celular que mostram exatamente o horário que o ônibus chega. Assim, ninguém precisa ficar esperando um tempão no ponto. Saiba mais sobre o transporte público de Dublin.

5 – Poder trabalhar durante o intercâmbio

A Irlanda é um dos poucos países do mundo onde é permitido trabalhar durante o intercâmbio. Essa é uma vantagem e tanto, principalmente para aqueles que estão com o orçamento justo e precisam juntar uma graninha para cobrir os gastos. A regra de trabalho para estudantes é simples: jornada máxima de 20 horas semanais ou de 40 horas semanais apenas durante o período de férias escolares. Tem interesse? Comece a montar o seu currículo! Veja aqui as dicas de uma brasileira sobre como é trabalhar e estudar na Irlanda.

Compartilhe: