Abandonados e ocupados, antigos hotéis de luxo do centro de SP podem virar moradias populares

Intenção é dar nova função social aos prédios que recebiam as celebridades das décadas de 50 e 60 e hoje são ocupados por movimentos de moradia, que serão ouvidos

Por: Redação Comunicar erro

Os quartos onde já dormiram celebridades do cinema, da TV, da política e da música entre as décadas de 1950 e 1970 poderão virar moradias populares. Esse é o plano da Secretaria Municipal da Habitação que pretende dar nova função social aos antigos hotéis Cambridge, Lord Palace e Santos Dumont.

marcelo camargo / agência brasil
Atualmente, só no centro de São Paulo, 47 prédios estão ocupados por movimentos organizados. Agora, esses movimentos vão poder indicar quem mora nessas ocupações para atendimento no programa do governo federal.

A informação está na edição desta segunda da Folha de S. Paulo. Segundo a reportagem, o Santos Dumont, na região da Luz, teve anúncio de desapropriação em junho e vai ser reformado. O Cambridge, na avenida 9 de Julho, e o Lord Palace, na Santa Cecília, que foi conhecido como “Hotel dos Artistas”, vivem um impasse. As famílias instaladas neles querem prioridade para ocupar uma das unidades que serão oferecidas.

Recentemente, o Prefeito Fernando Haddad (PT) se encontrou com movimentos de moradia e concordou que as entidades organizadas de sem-teto indiquem quem precisa de atendimento no programa do governo federal Minha Casa Minha Vida. De acordo com a Secretaria Municipal da Habitação, 25% das unidades habitacionais populares que serão criadas no centro da cidade serão geridas pelas entidades e movimentos sociais, que vão poder indicar quem vai comprar os apartamentos.

Com informações da Folha e do Estado.