As 10 comidas mais exóticas da ilha de Malta

Por: Catraca Livre

A culinária maltesa é tem um “mix” na influência gastronômica deixada pelos sucessivos conquistadores das ilhas de Malta e Gozo. Porém, nem por isso deixa de ser original na variedade de pratos que possuem sabores autênticos e nos lembra bastante a cozinha italiana, africana, Oriental do Mediterrâneo e muitas vezes até a inglesa.

Como Malta fica no meio do Mar Mediterrâneo, a sua gastronomia é baseada em alimentos sazonais e a maioria dos pratos levam um toque de mariscos, mas também tem a presença de muita comida exótica.

Preparados sempre com produtos de altíssima qualidade e frescos, a cozinha maltesa é rica em legumes, verduras, grãos, farinhas, leite, queijos, carne, peixe e frutos do mar.

E um de seus segredos é o procedimento chamado “Kenur”, que é um método de produzir guisados/refogados, ou seja, ao cozinhar os alimentos coloca-se a comida em vasilhas ou panelas de barro para serem aquecidas sobre uma pedra quente, afim de manté-la marinada e quente até servir. Esse “truque” é milenar e tradicional na ilha, uma vez que no passado não havia fornos à lenha, árvores e carvão o suficiente para manter uma churrasqueira na ativa.

Então, quando você estiver em Malta não desfrute apenas de suas paisagem e praias paradisíacas, leve na bagagem também recordações da tradição Maltesa, entre os comes e bebes, tais como:

1 – Fenek 

Rabbit – a carne de coelho, é a mais popular na Ilha de Malta. Os Malteses adoram saboreá-las de muitas formas diferentes, no entanto, as preferidas são os guisados/ensopados de coelho ao vinho tinto e ervas, coelho frito, coelho assado ou no estilo molho para acompanhar massas. 

2 – Laħam taz-Żiemel 
Crédito: ?????????? 

 Horse Meat – a carne de cavalho, é baseada na influência da culinária siciliana (Italiana), mas ainda faz muito sucesso na Ilha de Malta, em especial, entre os turistas que não tem permissão para comer esse tipo de animal em seus país de origem. Normalmente, a carne de cavalo é servida cozinha em molho de vinho branco, porém no “menu” podemos encontrar no estilo: “Kazakh” que servia quase “crua” apenas levemente grelhada. 

3 – Bebbux

Snails – caracóis, em Maltês chamado de “Bebbux”, sim, aqui na Ilha de Malta eles fazem sucesso, e são simplesmente deliciosos. Obviamente existem diversos tipos de caracóis rastejando-se ao redor do país, mas, apenas um tipo é considerado comestível, o famoso “Ghakruxu”, que são reconhecidos facilmente pelos fazendeiros através de sua cor e marcações especiais na concha superior. 

4 – Braġjoli 

Bragioli – são fatias de carne de vaca ou vitelo, que tem recheio de queijo, presunto e ervas, são levados ao forno, e cozidos até formar um molho suculento.  

5 – Summien
Quail –  carne de Codorna, essa avé também faz parte da cozinha Maltesa, embora seja 100% de origem da culinária Polaca (Polônia) e tradicional em Portugal, ela tem sua vez na Ilha, existe até cultivo legal desse pássaro pelos fazendeiros (farm) do país.
6 – Zalzett tal-Malti 

Maltese Sausages – a linguiça Maltesa, é tipicamente feita de carne de porco, sal marinho, pimenta preta, sementes de coentro, salsa e/ou alho. Tem formato curto e grossas nas quais podem ser cozidas, grelhadas, fritas, ensopadas ou mesmo cruas quando feitas na hora. As linguiças fazem parte de um tradicional prato maltês chamado “Maltese Platter”

7 – Anjotta 

Maltese Soup – a sopa maltesa, essa é feita com a cabeça e carcaça do peixe, é temperada com molho de tomate fresco e alho. Mas, o mais interessante é que muitas vezes nos deparamos com os “olhos dos peixes”, nadando no prato, hummm! Na Ilha podemos encontrar diversos sabores de sopas, outra tradicional é a da influência Italiana: Sopa Ministrone chamada em Maltês “Ministra Tal – Haxix”.

8- Bigilla 

Mashed Beans – purê de feijão, é um prato tradicional Maltês. E quem poderia imaginar que os Maltese gostam de feijão?! Sim, na Ilha o Tic Beans (Fáva ou Feijão verde) é chamado de “ful ta’ Ġirba” ou Djerba Beans. E normalmente são servidos de morno à frio, em especial, como acompanhamento no tradicional Maltese Platter. 

9 – Ġbejna

Maltese cheese – são queijos de cabra ou ovelha, normalmente os encontramos em forma arredondada, e alguns tipos com sabores de ervas, alho ou simplesmente pimenta. Os tradicionais produzidos na Ilha de Gozo são bem picantes e servidos nos pães locais: Ftira e Hobz.

10 – Pastizzi tal-irkotta

 Pastizz ou Qassatat – são refeições rápidas em Malta, muitas vezes até conhecidas como comida de rua, pois as encontramos facilmente em bares, mini mercados, padarias e até garagens que vendem apenas esse alimento. A Qassatat tem massa fina e formato arrendondado com diversos recheios diferentes, mas, o mais popular é a de espinafre com Anchova ou Aliche, já as tradicionais Pastizzi são com ricotta ou purê de ervilhas. Hummmm, yamii, só cuidado com a balança, uma delicinha dessa tem entre 167 à 200 calorias! 

Maltese Platter

Para conhecer mais sobre a culinária maltesa, a Daniela Bernardes Loyola, do blog by Brasileiros em Malta, compartilha outros pratos tradicionais do país e também outras dicas para você aproveitar a sua viagem na ilhota.

Fotos: @howtomalta and @pinterest

Compartilhe:

Tags:#Mundo
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.