Evite ser furtado no Carnaval

Por: Redação
divulgação
Não dê bandeira neste Carnaval, tenha cuidado com as multidões

Samba em Rede preparou cinco dicas para os foliões se prepararem neste Carnaval. Confira:

1) Fique ligado por mais difícil que seja quando estamos em volta do combo bloco + cerveja + paquera + fantasias engraçadíssimas.

2) Deixe em casa cartões de banco, o original da identidade, cheque (não, isso não existe mais) e coisas importantes como a correntinha que sua avó te deu e o papelzinho da passagem de volta do ônibus.

3) O que levar: dinheiro, cópia da identidade, chave de casa, camisinha. Mas no bolso de trás não vale. Nem na mochila. Nem naquela bolsinha fofa e facinha de abrir.

4) Quanto mais cheio o bloco, maior deve ser a atenção. Roubos são raros; o comum é o furto, a pessoa aproveita a distração e o empurra-empurra para surrupiar a carteira ou o celular do folião.

5) A tentação de levar o smartphone é grande. Uma sugestão é tirar fotos fantasiado ainda em casa e levar aquele celular velhinho que só tem lanterna. Se não resistir, cuidado redobrado.

Ah, e embora não tenha nada a ver com furto, vale por nos pequenos foliões pulseiras de identificação. Afinal, eles têm muito mais valor que as nossas carteiras.

Compartilhe:

Evite ser furtado no Carnaval

Por: Redação
divulgação
Não dê bandeira neste Carnaval, tenha cuidado com as multidões

Samba em Rede preparou cinco dicas para os foliões se prepararem neste Carnaval. Confira:

1) Fique ligado por mais difícil que seja quando estamos em volta do combo bloco + cerveja + paquera + fantasias engraçadíssimas.

2) Deixe em casa cartões de banco, o original da identidade, cheque (não, isso não existe mais) e coisas importantes como a correntinha que sua avó te deu e o papelzinho da passagem de volta do ônibus.

3) O que levar: dinheiro, cópia da identidade, chave de casa, camisinha. Mas no bolso de trás não vale. Nem na mochila. Nem naquela bolsinha fofa e facinha de abrir.

4) Quanto mais cheio o bloco, maior deve ser a atenção. Roubos são raros; o comum é o furto, a pessoa aproveita a distração e o empurra-empurra para surrupiar a carteira ou o celular do folião.

5) A tentação de levar o smartphone é grande. Uma sugestão é tirar fotos fantasiado ainda em casa e levar aquele celular velhinho que só tem lanterna. Se não resistir, cuidado redobrado.

Ah, e embora não tenha nada a ver com furto, vale por nos pequenos foliões pulseiras de identificação. Afinal, eles têm muito mais valor que as nossas carteiras.

Compartilhe: