Descubra as cachoeiras mais impressionantes do mundo

O GuiaViajarMelhor.com selecionou algumas das cachoeiras mais impressionantes do mundo. Cachoeiras são de uma beleza magnífica, além de terem uma energia terapêutica. Espalhadas por todos os cantos do mundo, com diferentes formas e tamanhos, as quedas d’água impressionam pelo espetáculo que proporcionam em meio a paisagem.

Nesta seleção separamos as cachoeiras mais impressionantes ao redor do mundo, confira:

Cataratas Victória, entre Zâmbia e Zimbabwe

É a maior queda-d’água da África, com uma vazão média de 1 milhão de litros por segundo. Localizada no rio Zambezi, entre a Zâmbia e o Zimbabwe, seu tamanho também impressiona: 1,7 km de largura e altura entre 61 e 128 m. Além da beleza incontestável, a cachoeira guarda duas curiosidades. A primeira é que ela é conhecida como “Mosi-ao-Tunya” no idioma local (“fumaça que troveja” em português). A segunda, é que ela foi encontrada em 1855 pelo explorador escocês David Livingstone, que a batizou em homenagem à rainha Vitória.

Cataratas do Iguaçu – Brasil, Argentina e Paraguai

Há quem diga que é a mais bonita do mundo, e nós brasileiros, temos muito orgulho disso. São 275 quedas de água no Rio Iguaçu, entre o Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná e o Parque Nacional Iguazú em Misiones, na Argentina. Patrimônio da Humanidade, as cataratas entraram para a lista das Sete Maravilhas Naturais do Mundo com 1 bilhão de votos, ao lado da Floresta Amazônica e Rio Amazonas.

Cataratas Yellowstone – EUA

Duas grandes cachoeiras são as atrações do Parque Nacional Yellowstone, em Wyoming, nos EUA. As quedas superiores têm 33 m de altura, e as inferiores, 94 m, enquanto a largura é estreita, com apenas 22 m. Um antigo e imponente cânion de 304 m de altura cerca as quedas-d’água, que chegam a atingir o volume de 240 m³ por segundo durante o escoamento de pico.

Angel Falls – Venezuela

Se levar em conta a altura, a Salto Angel, localizada na Venezuela, é a maior do mundo. Ao todo, são 979 metros de altura, sendo que a queda mais alta tem 807 metros! Mas fique ligado porque o acesso não é tão simples assim. Por estar num local isolado, no meio da selva inabitada, só é possível chegar lá de avião partindo de Puerto Ordaz ou Ciudad Bolívar para depois pegar uma balsa na entrada do rio que leva até a cachoeira. E, apesar de venezuelana, a Salto Angel foi batizada em homenagem ao aviado norte-americano Jimmie Angel, que “descobriu” a cachoeira voando por cima dela sem querer em 1933.

Tugela Falls – África do Sul

Localizada em Northern Drakensberg, na África do Sul, a Tugela Falls tem 948 metros de altura, ficando atrás apenas da Angel Falls. A queda mais longa tem cerca de 400 m. A princípio, quem vê a Tugela não tem noção do quanto é difícil chegar lá. Um bom condicionamento físico é essencial, já que a caminhada até o início da cascata pode durar umas 4 horas (sem contar a volta) – porém, todo o esforço será recompensado pela vista sensacional do penhasco Amphitheatre.  É um passeio que dura um dia inteiro, contando a viagem de carro até o local mais ida e volta da caminhada.

Kukenan Falls – Venezuela

E de novo a Venezuela aparece na lista, agora com a Kukenan Falls, queda d’água com 674 metros de altura. Ela deságua no rio Kukenan que fica localizado perto do Monte Roraima, logo ali na fronteira entre Brasil e Venezuela, região considerada sagrada pelos índios. Apesar de ser uma das maiores do mundo e a segunda maior venezuelana, a Kukenan é pouco visitada.

Ramnefjellsfossen – Noruega

Representando os noruegueses, a Ramnefjillsfossen (cuja pronúncia já é um desafio) já foi listada como a terceira maior do mundo em várias publicações e deixada de fora em outras listas. Ela possui três quedas principais, sendo que a mais alta tem 600 metros. Toda a água que cai de lá vem das geleiras Jostedalsbreen e vai para o lago Lovatnet, no condado de Sogn og Fjordane, região noroeste da Noruega. Para ver a cachoeira de perto é preciso pagar uma taxa que serve para bancar a manutenção das estradas pavimentadas  que levam os turistas até as proximidades da Ramnefjellsfossen.

Waihilau Falls – Havaí

Considerada como um ponto turístico mais pop, a Waihilau fica no Vale Waimanu, no Havaí. A queda de 792 metros está situada numa região abandonada na década de 40 e, desde então, ficou quase inalterada – é um dos poucos locais naturais da ilha praticamente intocados. Aliás, é considerado um sacrilégio apreciar caminhadas, belas paisagens, ir pro Havaí e não visitar a catarata Waihilau.

Cataratas d Kaieteur – Guiana

A Guiana, nossa vizinha sul-americana, entra na lista com a Kaieteur, que é uma das cataratas que mais produzem volume de água no mundo, fazendo 663 metros cúbicos por segundo. É a 123ª mais alta do ranking, com 226 metros de altura e deságua no rio Potaro, na região central da Guiana. De acordo com a “bíblia” das cachoeiras, a Kaieteur é a 26ª mais bela do planeta.

Yosemite Falls – EUA

Situada no Parque Nacional Yosemite, é a cachoeira mais alta da América do Norte, com 739 metros de altura. Contém várias quedas divididas em superiores, médias e baixas. As superiores tem, em média, 440 metros de altura; as médias chegam a atingir 206 metros; e as baixas ficam a cerca de 98 metros do solo. Pra quem for visitar a Yosemite Falls, é recomendado tentar ir na região das cascatas médias, de onde a vista é melhor apreciada.

Descubra diferentes destinos e viaje muito mais, acompanhe pelo Facebook

Fotos: Dietmar Temps, Luiz Henrique, Adam A, Jhonny Catanho, Marthe Marie, Vasudev (Vas) Bhandarkar.

Compartilhe: