Doador de sangue de 78 anos salva 2 milhões de bebês

Um australiano de 78 anos ajudou a salvar a vida de mais de 2 milhões de bebês. Como? Doando sangue.

James Harrison tem um tipo raro de sangue e já foi agulhado mil vezes nos últimos 60 anos. Na Austrália, ficou conhecido como “O Homem com o Braço de Ouro”.

Ele decidiu ser doador de sangue aos 14 anos, quando passou por uma cirurgia para a remoção do pulmão. Ao sair do centro operatório, o pai contou que ele havia recebido 13 litros de sangue, o que o motivou a retribuir.

Australian Red Cross Blood Service
James Harrison já doou sangue mais de mil vezes, mas não olha a agulha entrar no braço

Assim que passou a frequentar os hemocentros para ajudar outras pessoas, os médicos o chamaram para participar de testes e pesquisas. Ele tinha a solução para o problema que atacava milhares de bebês todos os anos.

Se o sangue Rh negativo da mãe entra em contato com o Rh negativo do feto, o corpo dela desenvolve anticorpos. Eles podem atacar o bebê e provocar anemia, icterícia e insuficiência cardíaca ou hepática, além de dano cerebral e morte. O plasma de James tem um anticorpo que previne essa reação – e tem sido usado na elaboração de uma vacina.

Considerado um herói nacional, James faz uma confissão: nessas mais de mil doações, nunca viu a agulha entrar em seu braço. “Fico olhando para o teto ou para as enfermeiras.”

American Red Cross Blood Service
O aposentado já ajudou a salvar mais de 2 milhões de bebês

Compartilhe: