Maria Vilani, mãe de Criolo, escreveu um livro em homenagem às mulheres; e precisa da sua ajuda para ser lançado

Por: Redação

Filósofa, professora e mãe, Maria Vilani é mulher de luta e muito tem a falar. Retirante cearense, chegou a São Paulo repetindo a sina severina de quem deixou a terra natal em busca da própria sorte. Sozinha, aprendeu a ler e, afeita aos livros, achou por bem poetizar.

Em seu novo livro, Penteando a vida, ela reúne escritos feitos entre 1985 e 2015, durante três décadas em que dividiu a rotina do lar e a criação das crianças, aliada ao tempo que cursou o ensino médio – ao lado de Criolo, um de seus filhos – até chegar à faculdade de Filosofia. “O livro é uma homenagem às mulheres, feito por elas e para elas, que fala da vida e das mães que são suas gestoras”, explica Maria.

Em fase de captação de recursos no site Kickante, a autora discorre sobre o projeto: “Eu, Maria Vilani, tenho o prazer de convidá-los a participar do pré-lançamento aqui no Kickante do meu novo livro, Penteando a vida. O novo trabalho contará com 70 poemas todos de minha autoria e inéditos, escritos entre 1985 e 2015, e contará ainda com o universo de 7 mulheres para cuidar da feitura do livro”.

“Penteando a vida”, que retrata o universo feminino sob múltiplas perspectivas, usa a poesia para abordar um tema cada vez presente nos dias atuais: o papel da mulher na sociedade.

Enfática, a escritora ressalta a importância da independência feminina, que a cada dia conquista novo espaço em campos antes não ocupados. “A mulher se faz necessária em todos ambientes. É importante mostrar ao mundo o seu valor, porque a mulher é geradora da vida”.

Com o momento cada vez mais propício ao protagonismo das mulheres, por outro lado, a escritora não deixa de lado a importância da figura matriarcal, resgatando a referência da mulher também dentro de casa. “O ofício da mulher que cuida do lar não pode ser diminuído, é preciso lembrar. A vida doméstica, o lar, a criação dos filhos, o papel de mãe, são questões que não podem deixar de ter peso. Afinal, são elas que no futuro preparam cidadãos, profissionais, políticos e o mundo que está por vir.

Deixamos aqui a página dedicada à obra da escritora, que precisa da sua ajuda para ser publicada. Para saber mais, é só clicar. 

Compartilhe: