Old Library, um passeio por uma das mais antigas bibliotecas do mundo

No final do mês passado, teve um evento Cultural na Irlanda (falamos dele aqui) e a nossa primeira escolha foi visitar o Trinity College mais uma vez, só que agora fomos conferir a exibição do “Book of Kells” e a “Long Room”.

Imagem via Pinterest[/img]

A Old Library é o edifício mais antigo sobrevivente do Trinity College, construído entre 1712 e 1732 e três áreas da biblioteca estão abertas aos visitantes: o piso térreo era originalmente uma colunata aberta dividida longitudinalmente por uma parede central, com o lado sul ensolarado reservado para os estudantes do Colégio. Em 1892, as arcadas foram preenchidas para formar estantes de livros. Cem anos mais tarde, em 1992, a área foi reconstruída internamente para formar a loja de souvenirs e uma nova área de exposição.

Book of Kells

O Livro de Kells (tradução em português) é famoso por sua decoração luxuosa. O manuscrito contém os quatro Evangelhos em latim com base em um texto Vulgata, escrito em pergaminho (pele de bezerro preparada), em uma versão ousada e especialista da escrita conhecida como insular majuscule.

O lugar de origem do Book of Kells é geralmente atribuído ao scriptorium do mosteiro fundado por volta de 561 por St. Colum Cille em Iona, uma ilha da costa oeste da Escócia. Em 806, após uma sequência de ataque Viking na ilha, que deixou 68 de mortos comunidade, os monges Columban refugiaram-se em um novo mosteiro de Kells, no Condado de Meath. Deve ter sido perto do ano 800 que o Book of Kells foi escrito, embora não haja nenhuma forma de saber se o livro foi produzido inteiramente em Iona ou em Kells, ou parcialmente em cada local.

O livro tem ficado em exposição na Old Library no Trinity College desde meados do século XIX, e atrai mais de 500.000 visitantes por ano.

Infelizmente fotos não são permitidas, mas você pode ver o livro em altíssima resolução neste link aqui.

 

Long Room

A principal seção do Old Library é a Long Room, cujos 65 metros de comprimento, aproximadamente, são preenchidos com 200.000 dos mais antigos livros da Old Library. Quando construída (entre 1712 e 1732), tinha um teto de gesso liso e as estantes só ficavam no piso térreo. Na década de 1850 essas prateleiras ficaram completamente cheias; em grande parte devido ao direito que a Old Library possuía de reivindicar uma cópia gratuita de cada livro publicado na Grã-Bretanha e Irlanda desde 1801. Em 1860, o teto foi elevado para permitir a construção do limite máximo atual e abrigar as estantes do piso superior.

Bustos de mármore alinham-se ao longo da Long Room, uma coleção que começou em 1743, quando 14 bustos foram encomendados do escultor Peter Scheemakers. Os bustos são de grandes filósofos e escritores do mundo ocidental e também de homens ligados ao Trinity College.

Outros tesouros na Long Room incluem uma das poucas cópias restantes da Proclamação da República da Irlanda de 1916, que foi lida em frente ao General Post Office em 24 de abril de 1916 por Patrick Pearse, no início da Revolta da Páscoa. Falamos um pouco sobre esse evento neste post aqui. A harpa é a mais antigo da Irlanda e, provavelmente data do século 15. Ela é feita de carvalho e salgueiro, com 29 cordas de latão. Ela é o modelo do emblema oficial da Irlanda.

Lembrando que você pode fazer um tour guiado pelos próprios estudantes do Trinity College, a qual permite que você tenha acesso à Old Library também. Para maiores informações sobre o tour, clique aqui.

E se você ainda não viu o nosso vídeo da Culture Night que começa no Trinity College, é só dar o play aqui embaixo!

Esperamos que tenham gostado! E aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook, seguir a gente no Instagram e se inscrever no nosso Canal do Youtube para não perder mais nenhuma dica!

COMPARTILHE! <3