Preço de alimentação é a principal reclamação de usuários de aeroportos no Brasil

Em relação aos aeroportos, o de Natal obteve o maior índice de satisfação geral, com nota de 4,36, seguido por Viracopos (SP) e Congonhas (SP), que receberam 4,13

Por: Redação Comunicar erro

A principal reclamação dos passageiros nos aeroportos do país é o preço da alimentação. Em uma escala de 1 a 5, o preço cobrado pelos restaurantes ganhou nota 2,12 e o das lojas foi de 2,33, as piores notas entre mais de 40 itens pesquisados pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) no terceiro trimestre do ano passado.

As melhores notas foram atribuídas à cordialidade dos atendentes no chek-in (4,35), à eficiência deles (4,32) e à disponibilidade dos carrinhos para bagagem (4,29).

Em relação aos aeroportos, o de Natal obteve o maior índice de satisfação geral no Indaero (Relatório Geral dos Indicadores de Desempenho Operacional em Aeroportos), com nota de 4,36, seguido por Viracopos (SP) e Congonhas (SP), que receberam 4,13. O aeroporto de Cuiabá (MT) recebeu a pior nota –3,39.

Davi P. Ribeiro/Jetphotos.net
O aeroporto internacional Augusto Severo, em Natal (RN), recebeu nota de 4,36

A pesquisa ouviu 19.850 mil usuários da aviação civil, no momento em que estavam dentro dos aeroportos. Destas, 72% usavam terminais domésticos e 28%, internacionais.

Foram avaliados itens como preço do estacionamento, disponibilidade de carrinhos para bagagem, tempo de espera na fila, cordialidade no atendimento, limpeza dos banheiros, restituição de bagagem, informação de voo, internet e também a satisfação geral com o aeroporto.

Compartilhe:

Tags: #aeroporto