Prefeitura facilita adoção de praças em SP

Os espaços verdes podem ser adotados por empresas e pessoas físicas em 12 dias úteis; saiba como

Por: Redação
anderson meneses
Há tempos o Catraca Livre tenta adotar a praça que fica em frente à redação. Talvez agora seja mais fácil.

A “adoção” de praças é uma forma encontrada pela administração pública para dar mais atenção a locais que não são devidamente cuidados pelo município. O problema é a burocracia. Ou era.

Até agora, o pedido de adoção passava por uma série de órgãos municipais em um processo que se arrastava por pelo menos nove meses até ser concluído (ou não). Agora, depois que a gestão atual mudou o regulamento, os pedidos de adoção de praças podem ser feitos diretamente nas subprefeituras e os processos devem ser resolvidos em 12 dias úteis – caso haja concorrência, o prazo sobe para 22.

Adote uma praça

A cidade de São Paulo tem mais de cinco mil praças. Dessas, segundo a prefeitura, 530 estão sob os cuidados de empresas ou pessoas físicas. Para adotar praças e áreas verdes, a pessoa ou instituição deve apresentar em sua respectiva subprefeitura uma carta de intenção em um envelope lacrado contendo informações do local de interesse e a documentação necessária.

Caso haja mais que um interessado na mesma área, a Prefeitura avalia os projetos e escolhe a melhor proposta. Daí em diante o munícipe aguarda ser chamado para assinar o termo de cooperação.

Mais informações sobre adoção de praças, como a lista de áreas verdes disponíveis, podem ser obtidas na subprefeitura da sua região.

Compartilhe: