Últimas notícias:

Loading...

Roteiro em Buenos Aires homenageia personagens dos quadrinho argentino

Por: Redação

Talvez a politizada Mafalda, a garotinha que odeia sopa e sempre questiona o mundo adulto, seja a figura mais conhecida (e adorada) fora da Argentina, mas fãs das histórias em quadrinhos contam com um dos mais divertidos e simpáticos roteiros da capital portenha.

Conhecido como Paseo de la Historieta, esse tour é feito no bairro Montserrat e passa por estátuas de personagens das mais populares histórias em quadrinhos produzidas nas últimas décadas, na Argentina, como Mafalda, Isidoro e Clemente.

Criado a partir de uma parceria entre o governo e o Museo del Humor (MUHU), o Paseo de la Historieta é formado por murais, esculturas de dez personagens dos quadrinhos locais e sinais que indicam o caminho do trajeto.

Mafalda
(Avenida Chile, 371)


Atual e com um humor único, esta personagem criada em 1964 pelo cartunista Quino é a melhor representação (e explicação) do que foi a classe média intelectual da Argentina, nos anos 60 e 70. Ela é inquieta, inconformada e preocupada com as questões sociais.

Clemente
(Balcarce, 400)


Criado pelo cartunista Caloi, no início dos anos 70, este personagem representa algumas características do argentino: adora futebol, mulheres e é, extremamente, crítico com a realidade do país.

Matías
(Balcarce, 500)


O cartunista Fernando Sendra é o criador deste personagem conhecido por suas fantasias e imaginação, cujas reflexões sobre a vida adulta é marcado pelo bom humor. Criado em 1993, Matías é de uma família de classe média urbana e representa a infância de hoje em uma grande cidade.

Gaturro
(Avenidas Azopardo e Belgrano)


Anti herói, sonhador e observador do mundo, este personagem criado por Nick é bastante popular entre o público infantil.

Negrazón y Chaveta
(Ruas Manso Juana e Lynch Marta)


Publicados na revista Hortensia, esses personagens representam a classe baixa de Córdoba, nos anos 70,  e conquistaram o público em todo o país com suas reflexões e diálogos.

Don Fulgencio
(Ruas República Bolivariana de Venezuela e Balcarce)


Personagem criado em 1938 por Lino Palacio e conhecido por seu estilo inocente.

Isidoro Cañones
(Avenidas Balcarce e Chile)


Criado por Dante Quinterno, em 1935, Isidoro Cañones é o típico playboy portenho: rico, gastador, irresponsável e que adora a boa vida.

Por Eduardo Vessoni, do blog Viagem em Pauta

Compartilhe:

Tags: #Mundo