Um roteiro de três dias por Edimburgo

9h30 – 11h55 – Momento realeza. Ficamos extremamente encantados com tamanha beleza. O Castelo de Edimburgo tem muita história pra contar, além de ser lindo. Também já demos todos os detalhes sobre essa visita. Se você ainda não viu, não tem problema. É só clicar aqui pra conferir.

12h – 12h15 – Logo na saída do Castelo, você já encontra o Tartan Weaving Mill & Exhibition. Além de uma loja de souvenirs, há uma espécie de museu gratuito que conta o processo de fabricação dos kilts, as saias tipicamente escocesas.

Tantan Weaving Mill – 555, Castlehill, Royal Mile

12h30 – 13h50 – Pausa para o almoço. Já estávamos famintos! Demos a dica de um restaurante bom e barato aqui no blog. Quer conhecer o Howies Scottish Restaurant? Então clica aqui.

14h – 14h20 – Hora de visitar uma das mais famosas igrejas de Edimburgo, a St. Giles’ Cathedral, a igreja matriz do presbiterianismo. A entrada é gratuita, mas os visitantes são convidados a doar £ 3.00 e para pegar a autorização para tirar fotos ou filmar, você deve se dirigir ao balcão e pagar £ 2.

St. Giles Cathedral – Royal Mile

Heart of Midlothian, onde as pessoas costumam cuspir como forma de protesto, já que exatamente onde o coração está, dizem que aconteciam as principais execuções públicas da cidade.[/img]

14h20 – 14h50 – Descendo a Royal Mile, você encontra bastante coisa interessante e que vale a pena tirar muitas fotos! Você encontra muitas lojas de souvenires pelo caminho, mas há muitos pontos históricos também.

Edinburgh City Chambers[/img]

14h50 – 14h55 – Hora de visitar a Canongate Kirk, a igreja onde acontecem os casamentos reais de Edimburgo. Como estava fechada, visitamos apenas o exterior dela.

Canongate Kirk – 53 Canongate

14h55 – 15h15 – Logo em frente à Canongate Kirk está o Museu de Edimburgo. Lá você tem a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história da cidade através de relíquias e documentos antigos. A entrada é gratuita.

The Museum of Edinburgh – 142 Canongate

15:20 – 15:40 – Já que sobrou um tempinho, ainda dava pra incluir mais um museu na lista. Então resolvemos conferir o Museu da Infância e fizemos uma viagem de volta no tempo, lembrando de quando éramos crianças. Foi tão legal! :D

Museum of Childhood – 42 High Street

15:45 – 15h55 -O frio já estava ficando mais pesado e tomar um cappuccino quentinho se tornou uma necessidade. Escolhemos a Starbucks, comemos um pouquinho também e aproveitamos o wi-fi pra postar as fotos do dia pra vocês no Instagram.

18h – 19h45 Como eu sou viciada em futebol, não pude perder o clássico espanhol Barcelona x Real Madrid que estava rolando no dia. Escolhemos o pub The Tron pra assistir o jogo, tomar cerveja e jogar conversa fora.

The Tron – 9 Hunter Square

19h50 – 21h30 – Hora de voltar pra Royal Mile e se dirigir à Parliament Square pra dar início ao nosso tour mal assombrado. Super interessante, por sinal. Para ver os detalhes do tour, clique aqui.

Dia #2

Nossa intenção era passar o dia em um tour pelas Highlands da Escócia, incluindo o Lago Ness, já que esse tour tem cerca de 12h de duração.

Para levar a gente no tour, fechamos com a Gray Line e eles buscaram a gente às 7am na porta do hotel.

O dia estava bem chuvoso, clima bem típico na Escócia. No caminho, fizemos apenas uma parada no Three Sisters Mountains –Glencoe para tirar algumas fotos, mas estava chovendo muito, então foi uma parada bem rápida mesmo.

Seguimos viagem e fomos informados de que a estrada estava fechada por conta do mau tempo e não seria possível chegar até o Lago Ness. Quase chorei essa hora, sério! Fiquei muito triste e o Victor também não sabia o que fazer. Levaram então a gente para Luss, pra ver o Loch Lomond.

Depois disso, paramos para almoçar e resolveram levar a gente pra Glasgow, pra compensar. Foi horrível porque só ficamos dentro do ônibus o tempo inteiro e fizemos apenas uma parada de 5min na praça principal da cidade. Ninguém nem desceu do ônibus de raiva! Só eu e Vi descemos pra tirar algumas fotos, pra não passar em branco mesmo.

Quando entramos em contato com a empresa solicitando o reembolso, eles disseram que devolveriam apenas £10 pois essa era a diferença de valor entre o tour do Lago Ness e o tour de Glasgow. A questão é que não queríamos fazer o tour de Glasgow e mesmo assim o fizemos e não inteiro. Fomos persistentes, trocamos diversos e-mails, mas eles foram irredutíveis, não devolveram o nosso dinheiro de jeito nenhum, argumentando que passamos por pontes e prédios históricos no nosso caminho pra Glasgow! Que raiva!

Dia #3

8h30 – Depois de um belo café da manhã no hostel, hora de partir pra explorar o nosso último de Edimburgo.

8h45 – 9h –  Passamos pela St Cuthbert’s Parish Church para tirar algumas fotos.

A igreja atual foi construída em 1892, quando foram encontrados vestígios de pelo menos seis construções anteriores da igreja. (fonte)

St Cuthbert’s Parish Church – 5 Lothian Road

9h – 10h05 – No final da igreja você já sai no Princes Street Gardens, esse parque lindo que é um ótimo lugar pra você ficar sentado, vendo as pessoas passando, sabe? Pegamos um café quentinho e foi isso que fizemos. Dá pra ver o castelo daqui!

Princes Street Gardens – Princes Street

10h15 – 11h – Hora de explorar umas das colinas mais famosas da cidade: Calton Hill. A vista de lá é simplesmente maravilhosa!

11h10 – 11h20 – Saindo do Calton Hill pelo sul, você passa pela Old Royal High School (New Parliament House) e pelo Old Calton Cemetery na Regent Road. Vale a pena alguns cliques.

11h30 – 11h45 – Hora de respirar mais um pouco de ar da realeza no Palácio de Holyrood, residência oficial escocesa de Sua Majestade, a Rainha. A entrada custa £ 11.30 e não animamos muito pra entrar, então só tiramos algumas fotos do exterior do palácio.

The Palace of Holyroodhouse – Canongate

11h45 – 12h – Ficamos andando pela Royal Mile pra encontrar algum mercadinho pra comprar lanchinhos pro nosso pic nic. Encontramos um próximo à Milton House Public School e fomos todos animados pra nossa próxima atração.

12h – 14h – Coragem pra subir o topo do Arthur’s Seat, uma das principais atrações da cidade! Mas isso não pra qualquer um não, já que são 251m de escalada! Haja fôlego! O Arthur’s Seat e o Castle Rock (a colina onde fica o Castelo de Edimburgo), foram ambos formados pela atividade vulcânica de 340 milhões anos atrás.

Chegando lá em cima, estava um vento tão forte, mas tão forte, que ficava me empurrando e eu comecei a ficar desesperaaaada! Eu estava morrendo de medo de sair deslizando ladeira a baixo, sabe? Nosso plano era fazer um pic nic lá no topo, mas sem chance! :P

 

14h30 – 15h30 – Paramos parque The Meadows pra fazer o nosso pic nic e até encontramos o bar do Vi no caminho (pra quem não sabe, o nome do Vi é Victor Hugo, mas ele não gosta muito do “Hugo” –eu acho o nome dele lindo, mas sou suspeita pra falar! :P )

 

Depois disso, voltamos para o hostel, arrumamos nossas coisas e fomos pro aeroporto a caminho de Dublin.

Foi uma viagem incrível! Apesar de não ter sido possível conhecer o Lago Ness, saímos muito satisfeitos com toda a beleza da cidade e isso só vai ser mais uma desculpa pra gente voltar um dia! :D

Adoraríamos saber se vocês gostaram desse formato de roteiro. Conta pra gente e compartilhe com seus amigos! <3

Vejam o vídeo que gravamos!

Esperamos que tenha gostado! E aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook, seguir a gente no Instagram e se inscrever no nosso Canal do Youtube para não perder mais nenhuma dica!

Compartilhe: