5 passos para montar seu próprio negócio e se dar bem

Por: Redação | Comunicar erro

Ser o próprio patrão é o sonho de muita gente. Mas, às vezes, a falta de conhecimento e de uma pesquisa adequada pode impedir de alcançar o resultado almejado no negócio. Então, descubra o empreendedor que há em você e confira cinco dicas valiosas que o consultor Akiyoshi Nagamatsu, do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) de São Paulo, nos ajudou a descrever:

Reprodução
Dicas e ferramentas para tornar suas ideias ótimos negócios

1ª Passo
Você viu que aquele seu vizinho montou um pet shop que anda faturando horrores e vai lá e abre um pet shop também. Mas você se dá conta de que não tem habilidade alguma no ramo e nem mesmo gosta de animais. O primeiro passo, então, é se capacitar no setor que quer mergulhar. O Catraca Livre tem diversas dicas de cursos profissionalizantes online, clique aqui e conheça.

2º Passo
Depois de ter certeza no que vai investir, é hora de fazer uma análise de mercado.  Como funciona isso? A ideia é verificar os indicadores do setor específico que você escolheu, seja ele indústria, serviços, tecnologia, etc. Outro ponto importante é fazer uma busca no seu próprio bairro (lembrando da nossa pequena história do pet shop acima) e ver quantos concorrentes há por perto. O Mapa de Negócios, uma ferramenta do Sebrae, ajuda a localizar num raio de 1 km, por exemplo, quantos pet shops há na região.

3º Passo
Ok, você está perto de abrir a empresa. Para erguê-la, no entanto, você precisa de capital de investimento. Um dos caminhos é conseguir um investidor anjo, ou seja, um investimento efetuado por pessoas físicas em empresas pequenas, porém inovadoras, com alto potencial de crescimento (as startups, por exemplo). Outras opções são os sócios investidores e financiamentos por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Contudo, o mais indicado para pequenos empreendedores é o Banco do Povo. Fazer um plano de negócios é importante nesse período. Confira o Software Plano de Negócio 3.0, que faz uma simulação de dados que identificam a viabilidade da empresa.

4ª Passo
Você abriu as portas do seu empreendimento e está feliz da vida, fazendo inveja ao vizinho do pet shop. Depois de achar um ótimo contador, este é o momento de simular com que pernas andam sua empresa diante do mercado. Uma dica é o Radar Sebrae-SP, uma plataforma online que agrega informações sobre determinado segmento de maneira simples e objetiva. Na ferramenta, você pode comparar a situação de sua empresa com o mercado por meio de indicadores que podem ajudá-lo na tomada de decisões.

5º Passo
Fazer (bem) a gestão. Está aí o último e não menos importante passo. O segredo para o sucesso é não parar de se capacitar e se reinventar, sempre rever o planejamento e buscar novas ferramentas para engajar a empresa. “São três cenários possíveis: o pessimista, o provável e o otimista. Em todos eles você precisa ter lucro”, ressalta Nagamatsu. Se não deu certo, tente de novo. E refazer não é errar. Mude e ouse em seu modelo de negócio com a ajuda do Business Model Canvas (Quadro de Modelo de Negócios), um serviço online para estruturar seu projeto de maneira bem simples. Que todos os passos possam te ajudar na empreitada. Boa sorte!

 

1 / 3
1
01:20
5 dicas para ser um freela bem sucedido
Existem vários pontos positivos em atuar como freelancer no mercado. Mas, para conseguir ser bem sucedido nessa carreira é preciso …
2
02:02
O que as pessoas estão fazendo para superar o desemprego em São Paulo
Conversamos com diversas pessoas para entender as principais dificuldades para encontrar uma oportunidade de trabalho em São Paulo. Elas também …
3
01:36
5 mudanças da reforma trabalhista
Confira o que mudou na relação entre trabalhador em empresa com a aprovação da reforma trabalhista. Gostou? Deixe um like e …