EM ALTA

Home office no Caribe: ilha oferece visto de trabalho na pandemia

Ilha no Caribe oferece visto de trabalho para imigrantes em meio à pandemia; saiba como se candidatar

Por: Redação

Após mais de 130 dias de isolamento social, a idealização do home office esbarra numa rotina bem menos atrativa: tédio, esgotamento mental, dificuldade de adaptação, solidão e uma série de outros problemas inimagináveis há cinco meses.

Eis que uma oportunidade de emprego vinda do Caribe reacende as expectativas daqueles que, em tempos de pandemia, não pensam em outra coisa se não praia, sol, sombra e água fresca.

Já pensou trabalhar em uma cenário paradisíaco ? É o que propõe um novo programa de visto temporário lançado pelo governo de Barbados.

Barbados Welcome Stamp permite que estrangeiros passem um ano na ilha trabalhando remotamente e esbaldando-se na cenário idílico de um dos países mais cobiçados na região.

Caribe trabalho pandemia
Com temperatura média de 27º graus, ilha caribenha é um dos destinos mais disputados por turistas na região

O que você precisa saber

Aberto para pessoas de todo o mundo, o visto envolve um custo de US$ 2 mil por pessoa (pouco mais de R$ 10 mil) ou US$ 3 mil por família (mais de R$ 15 mil). Além disso, o governo exige renda anual comprovada de US$ 50 mil (cerca de R$ 260 mil) e plano de saúde.

Enviado o pedido, o governo estipula prazo de uma semana para conceder ou não o visto. Desde que foi criado, canadenses, norte-americanos e britânicos estão entre os imigrantes mais adeptos ao programa.

Considerações finais: clima, custo de vida e escola

Recentemente, a premiê de Barbados Mia Amor Mottley, ao comentar sobre as vantagens do programa, ressaltou o clima “quase idílico” da ilha caribenha. Que, de fato, tem dias ensolarados quase o ano inteiro e conta com temperatura média de 27 graus. Ou seja, se você gosta de calor…

Para viver em Barbados, sejamos honestos, exige-se, sim, um custo considerável. Levantamento pelo site Expatistan indica que o custo de uma casa com 85 metros quadrados oscila entre R$ 3,4 mil a R$ 9,7 mil por mês. Por outro lado é possível encontrar opções mais acessíveis.

Além disso, para quem planeja mudança com a família, vale destacar que o governo dispõe um sistema de ensino para crianças e adolescentes de até 18 anos.  O que também, no entanto, envolve um custo de R$ 800 referente ao visto de estudante.