Loja online de cueca tem faturamento aproximado de R$400 mil

"Os homens cada vez mais procuram comprar online para evitar uma ida ao shopping", diz Leandro.
“Os homens cada vez mais procuram comprar online para evitar uma ida ao shopping”, diz Leandro.

Todo mundo já sonhou em largar tudo e mudar drasticamente o rumo da vida, não é? Foi isso que Leandro Cosas Guandelini, de 30 anos, fez. O Leandro, CEO, era do ramo de TI e resolveu largar tudo e buscar algo novo. Notou que os homens estão cada vez mais procurando os e-commerces para realizar suas compras, pois a maioria odeia ir ao shopping. Então ele criou a Cueca Store, onde os homens encontram diversos modelos e marcas de cuecas, meias e sungas. A empresa foi criada em abril de 2013 No ano passado faturou cerca de R$ 145 mil e este ano pretende fechar o ano com faturamento acima de R$ 400 mil.

Em entrevista ao Catraca, o fundador da empresa contou porque resolveu abrir um e-commerce justamente de roupas íntimas. “A ideia das cuecas e da moda íntima é porque é um produto teoricamente simples para saber o tamanho, a cor, o estilo, tem pouca troca e é de fácil armazenagem”. Leandro ainda conta que no começo teve muitas dificuldade com fornecedor para a loja. “Muitos fornecedores, tipos de produtos e até marcas limitam um pouco a atuação no e-commerce, ou porque elas já tem um canal já estabelecido com algumas empresas, ou elas não tem interesse em abrir mais canais, ou porque elas já possuem o próprio canal”, diz.

O começo

Para começar a loja, Leandro teve que desembolsar uma alta quantia que já tinha guardado há um tempo, mesmo assim, garante que o esforço vale a pena. “Acho que ainda temos muito a trilhar, porque o começo do negócio demanda muito investimento, então coloca-se mais do que se tira. Mas estamos sempre numa crescente, crescendo um pouco a cada mês”, afirma Leandro. Ele ainda teve que enfrentar a desaprovação de algumas pessoas que não acreditaram que as vendas online decolariam.

No futuro, Leandro continua sem a ideia de abrir uma loja física, complementando que ninguém da empresa tem esse conhecimento de comércio varejista, mas quer expandir o negócio. “A ideia é aumentar a linha de produtos, já que trabalhamos basicamente com cuecas, meias e sungas”, diz. Para o verão, a loja trará bermudas de banho e tem plano de, para o inverno, começar a vender pijamas. “Ainda existem algumas marcas que a gente não tem que são pouco conhecidas e conquistar novos clientes”, conclui.

A ideia é expandir. Ainda existem algumas marcas que a gente não tem que são pouco conhecidas e conquistar novos clientes.

Serviço:
http://www.cuecastore.com.br/

Compartilhe: