40 concursos para candidatos de todos os níveis de escolaridade

Informar

Profissões: até 2020 mercado vai querer mais destes trabalhadores

Por: Redação | Comunicar erro

O mercado está mudando rapidamente e planejar a carreira é fundamental. Os especialistas analisam que, hoje, a educação formal oferecida pelas universidades e faculdades não acompanha as necessidades de um mercado cada vez mais disruptivo. Por isso, a ordem é se especializar.

De acordo com o Guia da Carreira, uma das formas de saber se uma profissão estará em alta é consultar pesquisas como a da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), que apontam os rumos do trabalho e podem revelar quais profissionais continuarão a ser contratados nos próximos anos.

Os últimos dados foram tabulados a partir das respostas de mais de 400 empresas, representando mais de 2,2 milhões de empregados, dos setores de Recursos Humanos e operacional, divididos nas áreas de gestão e de produção.

iStock/Getty Images
Crédito: Getty Images/iStockphotoVeja onde pode estar a sua carreira de acordo com resultado de pesquisa da Firjan

Confira os setores em alta na área de gestão: 

Segundo a Firjan, os 10 setores de atuação que surgem com grandes possibilidades de contratação até o ano de 2020 são: Compras, Comercial, Tecnologia da Informação (TI), Serviços Gerais, Planejamento, Atendimento ao Cliente, Recursos Humanos, Marketing, Comunicação, Ouvidoria e Área de Produção.

Já na área de produção, as oito áreas de atuação que aparecem com ótimas perspectivas para o futuro são: Engenharia, Produção, Gestão de Qualidade, Projetos, Pesquisa e Desenvolvimento, Segurança e Saúde Operacional, Meio Ambiente e Manutenção.

Especialização

Atendendo a demanda do mercado, a IBE-FGV reduz o investimento para matrículas no PDE (Programa de Desenvolvimento Executivo), que terá, a partir desta semana, parcelas a partir de R$ 590,00.

Desenvolvido para atender profissionais que querem um acompanhamento de carreira com foco em ascensão, o PDE oferece uma formação completa. Quem entra no curso pode terminar com até três diplomas.

Oportunidade é para a Pós-graduação em Administração de Empresas, um MBA à escolha do participante e também módulo internacional nas universidades de Stanford, Harvard, Miami ou Ohio, onde terá a terceira certificação.

As condições também são totalmente diferenciadas. “Com parcelas reduzidas e tempo de duração encurtado, pois isenta 50% do valor do investimento no MBA e também otimiza prazos juntando conteúdos programáticos, o PDE é a opção mais adequada para o profissional que tem pressa”, explica o presidente da IBE-FGV, Heliomar Quaresma, idealizador do programa.

As matrículas estão abertas para novas turmas nas quatro unidades da escola de negócios: Campinas, Jundiaí, Americana e Piracicaba.

Profissões em alta até 2020

A pesquisa também listou algumas profissões com aumento na procura até o ano de 2020. Veja:

  • Supervisores de Produção em Indústrias de transformação de plástico
  •  Engenheiros de Petróleo
  • Técnicos em Sistemas de Informação
  • Trabalhadores de tratamento de superfícies de metais e de compósitos
  • Engenheiros de mobilidade
  • Técnicos em mecatrônica
  • Biotecnologistas
  • Engenheiros ambientais e sanitários
  • Desenhistas técnicos em eletricidade, eletrônica e eletromecânica

Formação é fundamental

Ainda conforme o site Guia da Carreira, o levantamento da Firjan reforça o que todo mundo já sabe: para entrar e se manter competitivo no mercado, ter uma boa formação é fundamental, independentemente do cargo pretendido.

Para a área de produção, será muito difícil conseguir um bom emprego sem ao menos um curso técnico. Na área de gestão, é fundamental ter nível superior. Em ambos os casos, para assumir cargos de gerência e diretoria o candidato deverá ter ao menos uma pós-graduação.

As melhores profissões 

Dentre as melhores profissões constatou-se que cinco delas são de nível superior (Engenheiros de Petróleo, Técnicos em Sistemas de Informação, Engenheiros de mobilidade, Biotecnologistas, Engenheiros ambientais e Sanitários), duas delas são de nível médio/técnico (Técnicos em Mecatrônica e Desenhistas Técnicos em Eletricidade, Eletrônica e Eletromecânica) e duas delas são para profissionais com nível básico (Supervisores de Produção em Indústrias de transformação de plástico, Trabalhadores de tratamento de superfícies de metais e de compósitos).

Compartilhe: