Últimas notícias:

Loading...

Itaú promove capacitação para desenvolvedores trans

Programa será voltado para pessoas trans com mais de 18 anos

Por: Redação

Estão abertas as inscrições para o Bootcamp Itaú Devs exclusivo para pessoas trans. Gratuito, o programa quer alavancar a carreira de analistas juniores de todo o Brasil, além de encontrar talentos para a área de Tecnologia do banco. Essa é 4ª turma do programa, sendo a primeira exclusiva para trans.

Nesta edição, 40 novos profissionais serão contratados pelo banco, aumentando a diversidade LGBT+ do time. Os candidatos aprovados no processo são contratados como colaboradores do Itaú desde o primeiro dia da capacitação para, em seguida, integrarem a equipe de tecnologia do banco.

Crédito: Getty Images/iStockphotoPrograma será voltado para pessoas trans com mais de 18 anos – iStock/Getty Images

O banco é pioneiro no sistema financeiro a levar conhecimento e oportunidades na área tech para pessoas trans. “Proporcionar conhecimento para quem deseja aprender e se especializar nessa área é um ganho social e dobramos esse ganho quando temos a oportunidade de estimular a visibilidade, segurança e respeito às pessoas trans. Somos diversos e queremos construir um banco cada vez melhor para atender nossos clientes que também são diversos”, comenta Moisés Nascimento, CDO do Itaú.

As inscrições podem ser feitas até 2 de setembro e o início dessa turma está previsto para o dia 18 de outubro. Além de informações técnicas e conteúdo comportamental para desenvolver habilidades essenciais na atuação profissional (online, com a supervisão de monitores via webinars), essa edição oferecerá ainda acompanhamento e apoio psicológico, psiquiátrico e endócrino para as pessoas que estão em transição hormonal ou que têm interesse em iniciar a transição em parceria com a Educatransforma.

Para participar do Bootcamp Itaú Devs exclusivo para pessoas trans é preciso ser maior de 18 anos, ter disponibilidade para trabalhar em tempo integral (8 horas diárias) e possuir conhecimento em raciocínio lógico. Não será avaliado curso superior ou experiência profissional em tech.