Últimas notícias:
Loading...

Adoção: em vez de chá de bebê, eles fizeram o ‘chá do amor’

No dia 17 de maio de 2016, o casal  Dayane Rodrigues, de 24 anos e Peterson Rodrigo Elizei de 31 anos entrou oficialmente na fila de adoção.

Para fazer exatamente como os rituais feitos com filhos biológicos, resolveram tratar o tempo de espera como se fosse o processo de gestação. “Não queríamos receber presentes, mas sim chamar quem é próximo para sonhar junto coma gente”, explicou Dayane ao Uol. Dayane e Peterson tiveram  a ideia de fazer um “chá de amor”.

“Sou professora e, quando vamos trabalhar a questão da família, a gente pede uma foto da mãe grávida e pensei: como faria com o meu filho?” A solução foi procurar uma fotógrafa que captasse o amor do casal e da espera pelo filho, tirando o foco da barriga.

A ideia foi celebrar a espera como se fosse uma gestação.
A ideia foi celebrar a espera como se fosse uma gestação.
Será o primeiro filho do casal.
Será o primeiro filho do casal.
O casal aguarda sua vez para receber o filho em casa.
O casal aguarda sua vez para receber o filho em casa.

Adoção no Brasil

O Cadastro Nacional de Adoção (CNA), do Conselho Nacional de Justiça, tem cerca de 7.200 crianças cadastradas para adoção no país – seus pais biológicos perderam definitivamente o poder familiar. Conheça aqui os passos para a adotar uma criança.

Com informações do Uol.

Leia mais sobre adoção